Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Atividade busca gerar uma reflexão sobre os museus de Londrina e região

A 14ª Primavera dos Museus irá abordar o tema “Mundo Digital: Museus em Transformação”. As atividades locais ocorrerão de 21 a 25 de setembro e os interessados em participar poderão se inscrever através do link https://bit.ly/32QVz0U. A iniciativa do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) une instituições museológicas a fim de propor uma reflexão acerca de suas transformações.

As atividades incluem roda de conversa entre gestores dos museus participantes, exposição e visitas virtuais, bate-papo com a artista Yoshiya Nakagawara Ferreira, além de palestras que abordarão temas referentes à transformação dos processos tecnológicos dos museus.

Segundo a diretora do Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss, Edméia Aparecida Ribeiro, a Primavera dos Museus é uma forma de dar visibilidade para esse espaço e trazer reflexões sobre os processos de transformação que está ocorrendo.

“Os museus estão passando por um processo de transformação, por meio da digitalização de acervos, visitas e exposições virtuais. Nessa edição da Primavera dos Museus estamos buscando refletir sobre essa questão do mundo digital, não só para o público em geral, mas também para os trabalhadores dessa área, já que estamos passando por esse momento de mudanças de paradigmas”, explicou Ribeiro.

A diretora de Ação Cultural da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), Maria Luisa A. Fontenelle, conta ainda que o Museu de Arte de Londrina tem proposto ações conjuntas com os demais museus da cidade e região. “Participam desse evento museus da cidade de Cambé, Rolândia e Ibiporã. Dessa maneira conseguimos ter uma troca de experiências e aprofundamento das discussões”, frisou.

As atividades locais da 14ª Primavera dos Museus é uma organização da Secretaria Municipal de Cultura, através do Museu de Arte de Londrina juntamente com a Universidade Estadual de Londrina, através do Museu Histórico Padre Carlos Weiss e conta com apoio do Centro Universitário Filadélfia –UniFil, Projeto de Educação Patrimonial e Parque Escola Bico Amarelo e participação dos Museus da região.

Programação:

21/09/2020

Horário: 15h00 – 16h00

Palestra: “Arquivos informais, redes sociais e a mediação da memória: uma prooposta de reflexão” com Pedro Telles da Silveira.

Reflexões sobre a presença do passado nas redes sociais e quais os significados da memória em comunidades online.

22/09/2020

Horário: 15h00 – 16h00

Palestra: “Museu Histórico de Londrina na rede de Museus do Paraná: o acervo disponível na web”, com a professora doutora em Ciência da Informação e voluntária junto ao Museu Histórico de Londrina, Elenice de Castro.

Relatos sobre a transformação dos processos no Museu Histórico de Londrina para o tratamento de seu acervo via web na Rede de Museus do Paraná.

Visita Virtual ao Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss.

Narrações históricas dos cenários, salas expositivas e exposições externas.

Horário: 17h00 – 18h00

23/09/2020

Horário: 15h00 – 16h00

Palestra:“Projeto Educação Patrimonial e os Museus de Londrina”, com o professor doutor Leandro Henrique Magalhães.

Bate-Papo “Mundo Digital: Museus em Transformação” 

Conversa sobre os desafios no contexto da pandemia com gestores do Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss, Museu de Arte de Londrina, Museu Histórico e de Artes de Ibiporã, Museu Municipal de Rolândia e o Museu Histórico de Cambé, com a mediação do professor doutor Leandro Henrique Magalhães.

Horário: 17h00 – 18h00

Data: 24/09/2020

Horário: 15h – 16h

Exposição Virtual e Palestra “Diário de obra” Museu de Arte de Londrina

Palestra e Exposição virtual de fotografias da obra na edificação entre 2019 e 2020, apresentada pelos servidores municipais Solange Cristina Batigliana e Marcos Parisotto  juntamente com estagiários de Arquitetura.

25/09/2020

Horário: 15h – 16h

Bate-Papo com a artista Yoshiya Nakagawara Ferreira

Relato sobre a trajetória de vida como professora, carreira de artista, influências e histórico da obra Shemà.  A escultura é uma homenagem à cultura judaica.

Para imprensa: outras informações poderão ser obtidas na Secretaria Municipal de Cultura (SMC), pelo telefone 3371-6606 ou 3371-6607.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios