Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Atividade busca gerar uma reflexão sobre os museus de Londrina e região

A 14ª Primavera dos Museus irá abordar o tema “Mundo Digital: Museus em Transformação”. As atividades locais ocorrerão de 21 a 25 de setembro e os interessados em participar poderão se inscrever através do link https://bit.ly/32QVz0U. A iniciativa do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) une instituições museológicas a fim de propor uma reflexão acerca de suas transformações.

As atividades incluem roda de conversa entre gestores dos museus participantes, exposição e visitas virtuais, bate-papo com a artista Yoshiya Nakagawara Ferreira, além de palestras que abordarão temas referentes à transformação dos processos tecnológicos dos museus.

Segundo a diretora do Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss, Edméia Aparecida Ribeiro, a Primavera dos Museus é uma forma de dar visibilidade para esse espaço e trazer reflexões sobre os processos de transformação que está ocorrendo.

“Os museus estão passando por um processo de transformação, por meio da digitalização de acervos, visitas e exposições virtuais. Nessa edição da Primavera dos Museus estamos buscando refletir sobre essa questão do mundo digital, não só para o público em geral, mas também para os trabalhadores dessa área, já que estamos passando por esse momento de mudanças de paradigmas”, explicou Ribeiro.

A diretora de Ação Cultural da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), Maria Luisa A. Fontenelle, conta ainda que o Museu de Arte de Londrina tem proposto ações conjuntas com os demais museus da cidade e região. “Participam desse evento museus da cidade de Cambé, Rolândia e Ibiporã. Dessa maneira conseguimos ter uma troca de experiências e aprofundamento das discussões”, frisou.

As atividades locais da 14ª Primavera dos Museus é uma organização da Secretaria Municipal de Cultura, através do Museu de Arte de Londrina juntamente com a Universidade Estadual de Londrina, através do Museu Histórico Padre Carlos Weiss e conta com apoio do Centro Universitário Filadélfia –UniFil, Projeto de Educação Patrimonial e Parque Escola Bico Amarelo e participação dos Museus da região.

Programação:

21/09/2020

Horário: 15h00 – 16h00

Palestra: “Arquivos informais, redes sociais e a mediação da memória: uma prooposta de reflexão” com Pedro Telles da Silveira.

Reflexões sobre a presença do passado nas redes sociais e quais os significados da memória em comunidades online.

22/09/2020

Horário: 15h00 – 16h00

Palestra: “Museu Histórico de Londrina na rede de Museus do Paraná: o acervo disponível na web”, com a professora doutora em Ciência da Informação e voluntária junto ao Museu Histórico de Londrina, Elenice de Castro.

Relatos sobre a transformação dos processos no Museu Histórico de Londrina para o tratamento de seu acervo via web na Rede de Museus do Paraná.

Visita Virtual ao Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss.

Narrações históricas dos cenários, salas expositivas e exposições externas.

Horário: 17h00 – 18h00

23/09/2020

Horário: 15h00 – 16h00

Palestra:“Projeto Educação Patrimonial e os Museus de Londrina”, com o professor doutor Leandro Henrique Magalhães.

Bate-Papo “Mundo Digital: Museus em Transformação” 

Conversa sobre os desafios no contexto da pandemia com gestores do Museu Histórico de Londrina Padre Carlos Weiss, Museu de Arte de Londrina, Museu Histórico e de Artes de Ibiporã, Museu Municipal de Rolândia e o Museu Histórico de Cambé, com a mediação do professor doutor Leandro Henrique Magalhães.

Horário: 17h00 – 18h00

Data: 24/09/2020

Horário: 15h – 16h

Exposição Virtual e Palestra “Diário de obra” Museu de Arte de Londrina

Palestra e Exposição virtual de fotografias da obra na edificação entre 2019 e 2020, apresentada pelos servidores municipais Solange Cristina Batigliana e Marcos Parisotto  juntamente com estagiários de Arquitetura.

25/09/2020

Horário: 15h – 16h

Bate-Papo com a artista Yoshiya Nakagawara Ferreira

Relato sobre a trajetória de vida como professora, carreira de artista, influências e histórico da obra Shemà.  A escultura é uma homenagem à cultura judaica.

Para imprensa: outras informações poderão ser obtidas na Secretaria Municipal de Cultura (SMC), pelo telefone 3371-6606 ou 3371-6607.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.