Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Segunda semana do Festival Literário de Londrina abre, às 19 horas, com “A Educação como Caminho para o Desenvolvimento Sustentável”

Um assunto extremamente interessante abre a programação da segunda semana do Festival Literário de Londrina, o 16º Londrix: “A Educação como Caminho para o Desenvolvimento Sustentável”. Quem irá falar a respeito é a especialista e pesquisadora Maíra Oliveira Ruggi, de Curitiba. Será nesta segunda-feira (15.03), às 19 horas.  A mediação ficará por conta de Iasmin Mendes.

Diz Maíra Ruggi: “A educação deve passar por uma transformação profunda nos próximos anos, para se adequar às novas demandas sociais. Trata-se de um aprendizado integral e emancipatório. Essa transformaçãocontemplaa inclusão de conteúdo para abranger situações não só profissionais, mas também de convivência em sociedade”.

Ela é fundadora da Reverbera Educação, iniciativa social idealizada para contribuir na discussão de uma educação integral e emancipatória, pensando nos desafios atuais e nas mudanças necessárias para o bem-estar e o bemconviver mundial.

“O Reverbera defende que os ODS sejam transversais ao currículo escolar, que sejam somadas discussões sobre ética, cidadania, questões emocionais, de respeito, diversidade e convivência, afirma citando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

Literatura e Samba

O gênero musical mais popular do Brasil será tratado às 19h45 pela reconhecida pesquisadora Juliana Barbosa, de Londrina. Ela vai abordar “A Literatura Cai no Samba”.

“Muitas escolas de samba levaram à avenida vários temas e personalidades da literatura clássica, como por exemplo Carlos Drummond de Andrade [homenageado pela Mangueira no enredo `No Reino das Palavras, 1987)”, informa.

Juliana Barbosa vai contar também a experiência vivida em casa de bambas, entre eles o imenso Nelson Sargento. “Essa vivência me fez ter acesso a muitas coisas, entre elas a literatura. Para mim, as letras de samba constituem uma literatura que transita pelos morros, ruas e botecos”, conclui.

Sobre as participantes

JULIANA BARBOSA - Pesquisadora, doutora em Estudos da Linguagem pela UEL e professora universitária há 19 anos. Produtora cultural desde 2007 e idealizadora do projeto Estação Samba. Autora do livro “Nelson Sargento e as Redes Criativas do Samba”. É apaixonada por samba e carnaval.

Contato: (43) 9 9649.5090

MAÍRA OLIVEIRA RUGGI - Mestre em administração e apaixonada por educação transformadora, voltada ao desenvolvimento sustentável. É fundadora da Reverbera Educação, iniciativa que oferece lives, cursos  e consultorias sobre o tema.  Faz parte do Centro Regional de Integração e Expertise em Educação para o Desenvolvimento Sustentável - Crie Curitiba, que integra uma rede global liderada pela Universidade das Nações Unidas.

Contato: (41) 9 9121.4312

Programação on-line

Em função da pandemia do novo Coronavírus, a interação entre o público e os convidados do Festival Literário de Londrina será on-line.  As conversas podem ser acessadas através dos canais oficiais do Londrix (Facebook e YouTube).

Realizado pela Atrito Arte Artistas e Produtores Associados (AARPA), o 16º Festival Literário de Londrina tem patrocínio da Prefeitura Municipal de Londrina, via Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), da Secretaria Municipal de Cultura. O tema do 16º Londrix é “Literatura e Educação”.

O evento tem parceria com a Universidade Estadual de Londrina, Museu Histórico de Londrina, Atrito Arte Editora. Apoio Cultural: Cultural- Inglês e Espanhole Reverbera: Educação como Caminho para o Desenvolvimento Sustentável.

Antônio Mariano Júnior/Asimp

Maíra Oliveira Ruggi, Mestre em administração e apaixonada por educação transformadora, voltada ao desenvolvimento sustentável.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios