Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A programação do evento, na terça-feira (20), inclui uma apresentação musical produzida para a ocasião

As atividades de celebração do Mês da Consciência Negra continuam com a abertura da 33ª Mostra Afro-Brasileira Palmares. Com a proposta de promover a igualdade racial, a exposição coletiva chega ao Museu de Arte nesta terça-feira (20), Dia da Consciência Negra, a partir das 18h, acompanhada por um espetáculo musical criado especialmente para o evento. O museu fica na rua Sergipe, 640, centro. A entrada é gratuita.

Realizada pelo Instituto do Movimento de Estudo da Cultura Afro-Brasileira (Imecab), esta edição apresenta trabalhos em pintura, escultura e gravura de 19 artistas das cidades de Londrina, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal. O curador da exposição, Raphael Menten, destacou que as obras buscam retratar a figura do negro como herói. “Sabemos que, ainda hoje, existe muito preconceito contra a cultura afro-brasileira. As obras tentam mostrar como o negro se contrapõe a isso, por meio de suas identidades e memórias pessoais”, comentou.

Após a abertura oficial, ainda amanhã (20), o público poderá assistir a uma apresentação do musical “Cores”, que reflete sobre a influência dos negros em diversos gêneros musicais do Brasil e do mundo. O espetáculo é uma composição coletiva do movimento negro londrinense e integra a 2ª Mostra de Música Afro-Brasileira, uma programação especial da Mostra dedicada à criação artística musical. A apresentação está marcada para as 19h30.

Para o presidente do Imecab e organizador da Mostra, Vagner Nogueira, a importância da exposição vai além do objetivo principal, que é promover a igualdade. “Outro objetivo é falar também sobre a importância da mistura étnica, já que a mostra não é restrita somente a artistas negros. Essa abertura se manifesta, por exemplo, na liberdade dada aos artistas para desenvolverem suas técnicas”, explicou.

A 33ª Mostra Afro-Brasileira Palmares ficará no Museu de Arte de Londrina até 31 de dezembro. O espaço abre de segunda a sexta-feira, das 13 às 18h.

A Mostra

Antes chamada Mostra Zumbi dos Palmares, a exposição é reconhecida por artistas do circuito de artes plásticas como um dos eventos mais significativos e de prospecção da cultura negra no Brasil. Desde a primeira edição, em 1986, a mostra já recebeu artistas de países como Portugal, Moçambique, Finlândia, Japão, Rússia, Cabo Verde, Alemanha e Uruguai.

N.Com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios