Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Instituição está elaborando Plano Museológico, documento que orienta ações e projetos

O Museu Imigrante Holandês, localizado em Arapoti (PR), deu mais um passo na execução do projeto que visa a reestruturar a entidade. Trata-se da definição da Missão e Visão, conceitos que compõem a identidade organizacional. Em dois dias de trabalho (04 e 05/02), os membros da Diretoria da Associação Parque Histórico de Arapoti (A.P.H.A.) analisaram o histórico do Museu e alinharam as perspectivas para o futuro.

Após a reunião, a A.P.H.A. – que é administradora das atividades do Museu –, chegou à redação final da Missão e Visão. O debate aconteceu durante visita técnica da Viés Cultural, empresa que presta assessoria museológica à Associação. Esta foi a primeira etapa na elaboração do Plano Museológico, documento que orienta a gestão e favorece o cumprimento do propósito e função social do Museu.

Maurício Selau, historiador e profissional da Viés Cultural, aponta a relevância deste momento. “É um grande avanço para o Museu Imigrante Holandês chegar a um consenso sobre a sua missão e visão, deixando claro qual é seu propósito e horizonte estratégico, qual é a função que vai exercer na sociedade no longo prazo”, destaca.

O vice-presidente da Associação Parque Histórico de Arapoti, Erik Bosch, também comemora a ocasião. “Depois de um dia e meio de trabalho, agora temos um rumo. Nós conseguimos ter uma missão e uma visão muito claras, e acho que vai ser muito legal continuar trabalhando com um propósito”, afirma.

O propósito do Museu está consolidado na Missão: “Preservar e comunicar a história da colonização holandesa em Arapoti, contribuindo para o sentimento de pertencimento da comunidade e oportunizar a integração por meio de ações culturais e educativas.”

Enquanto a Visão traz o horizonte estratégico, o que se planeja alcançar: “Consolidar o museu como espaço dinâmico de valorização cultural por meio de exposições, pesquisa e ações artístico-culturais.”

Com esta definição, a Diretoria tem boas perspectivas para o futuro do Museu Imigrante Holandês. “Todos estão percebendo que é possível, com as boas parcerias que a Capal tem com grandes empresas, vamos conseguir captar recursos. O planejamento é para os 65 anos da nossa Imigração Holandesa e da Capal: uma reestruturação completa do Museu Imigrante Holandês”, finaliza o vice-presidente Erik Bosch.

Esta ação faz parte do Projeto de Reestruturação do Museu Imigrante Holandês, PRONAC 202349, realizado pela Associação Parque Histórico de Arapoti e conta com o apoio do BRDE e Grasp, e apoio institucional das cooperativas Capal, Ceral e Sicredi.

Museu Imigrante Holandês

O Museu está localizado em Arapoti (PR), onde em 1960 foi constituída uma colônia de imigrantes holandeses. Para valorizar esta história, em 2004, foi fundada a Associação Parque Histórico de Arapoti, que deu início ao Museu Imigrante Holandês, reunindo acervo por meio de doações da comunidade holandesa.

Asimp/Museu Imigrante Holandês

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios