Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Mostra reúne cerca de 40 xilogravuras criadas por idosos que participam do CCI Leste e CCI Oeste; trabalho integra projeto patrocinado pelo Promic

Hoje (20), às 14 horas, a Biblioteca Pública Municipal Pedro Viriato Parigot de Souza recebe a inauguração da mostra “Gravando Histórias”. A exposição reúne trabalhos de xilogravura (gravura em madeira) desenvolvidos por participantes do Centro de Convivência da Pessoa Idosa da Região Leste (CCI Leste) e da Região Oeste (CCI Oeste). A entrada é gratuita e a visitação ao público ficará aberta de segunda a sexta-feira, das 10 às 18 horas, até o dia 4 de novembro. A biblioteca fica na Avenida Rio de Janeiro, 413.

A mostra reúne aproximadamente 40 obras, que foram produzidas pelos próprios idosos durante as oficinas realizadas, em 2016, pelo projeto “Gravando Histórias”, que conta com patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). Feitas através da expressiva arte da xilogravura, as peças carregam histórias de vida e experiências do público frequentador dos dois centros de convivência.

Por meio da linguagem gráfica da gravura, uma técnica milenar de reprodução da imagem, os participantes tiveram a oportunidade de registrar um pouco mais sobre suas vivências e visões de mundo, exercitando a expressão artística e rememorando momentos significativos de suas vidas. Ao todo, 40 idosos participaram das oficinas realizadas dentro do projeto. Alguns dos participantes estarão presentes no lançamento da exposição que ocorre hoje.

A gerente de Articulação Comunitária da Secretaria Municipal do Idoso, Maria Angela Santini, disse que a ampla adesão dos idosos às atividades do projeto “Gravando Histórias” foi surpreendente e o processo de criação dos trabalhos contribuiu para melhorar o ambiente de convivência e a autoestima dos participantes. “O envolvimento e o resultado do projeto foram fantásticos. Os idosos receberam orientações sobre essa expressão artística, aprenderam e puderam compartilhar suas experiências de vida com muita beleza e criatividade. Esperamos que este excelente projeto tenha continuidade no ano que vem, pois já temos até uma fila de espera com pessoas interessadas em participar das oficinas”, informou.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios