Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Atividade, que será via Youtube, integra a programação do “Cultura em resistência: Especial Okupações Culturais”

Nesta quarta-feira (14), às 19h30, a Vila Cultural Canto do MARL promove um bate-papo com Mariane Palhares e Tiago Francisco Munhoz, do Coletivo Cultural Galpão da Lua. Os interessados em assistir a atividade, que será mediada por Raquel Palma, podem acessar aqui. A atividade integra a programação do “Cultura em resistência: Especial Okupações Culturais”, e a Vila Cultural Canto do MARL conta com patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC).

Segundo o programador cultural do Canto do MARL, Lucas Godoy, a conversa será sobre o Galpão da Lua, espaço de cultura formado por trabalhadoras e artistas de Presidente Prudente. “O Galpão surgiu a partir de uma ocupação e se tornou um ponto de cultura, um programa público que tem algumas semelhanças com as vilas culturais de Londrina. Então, os artistas convidados vão explicar um pouco da história do coletivo deles, a história envolvendo o assassinato da artista Lua Barbosa e, também, como tem sido a organização artística e cultural desde então, abordando alguns projetos bem interessantes de arte de rua em andamento esse ano”, disse.

Sobre a programação

“Cultura em resistência: Especial Okupações Culturais” visa trazer bate-papos on-line sobre a importância das ocupações culturais no Brasil. Semana passada, na última quarta-feira (7), o Canto do MARL conversou com Adriano Mauriz, um dos atores fundadores do Grupo Pombas Urbanas e com Danilo Lagoeiro, integrante do MARL e que participou do processo de ocupação do espaço. Para acessar o bate-papo, clique aqui. Mais informações sobre as atividades realizadas pelo espaço podem ser conferidas através do Facebook, Instagram, Youtube e site oficial.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios