Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No mês de março, o circuito criado em 2017 vai debater as questões de gênero por meio de textos de 5 autoras brasileiras e uma portuguesa, com organização de Jéssica Ramos e parceria do Instituto Cultural Arte Brasil; Revista D'arte e Quadrilha Junina Estrela do Divino.

Criado há mais de 20 anos em Londrina, o batuque na caixa atua com cultura na interface com educação e ações sociais para crianças, adolescentes e jovens, de forma gratuita e com foco na cultura brasileira. Já atendeu mais de 7 mil alunos e se espalhou por mais 3 cidades do Paraná. Atualmente possui atividades também no interior de São Paulo e Sergipe, atividades estas voltadas para ações virtuais e mobilização social por conta da pandemia.

Em 2017, começou a ser desenvolvido o Circuito Internacional de poemas batuque na caixa com publicação de material literário e exposição com autores paranaenses e em seguida brasileiros em mais de 300 cidades pelo mundo. O circuito foi apresentado em Portugal em janeiro de 2019 e foi destaque no festival Londrix; Encontro de poetas em Cuba; Flip 2020 e Fórum Social Mundial 2021.

No mês de março, o circuito vai debater as questões de gênero por meio de textos de Nilva Zolandek; Cinthia Cortegoso; Maria Helena de Morais;, Nereide Santa Rosa; Mariana Bittencourt e a portuguesa Josefa Lima com organização de Jéssica Ramos e parceria do Instituto Cultural Arte Brasil; Revista D'arte e Quadrilha Junina Estrela do Divino (SE). Os textos serão apresentados no blog oficial do batuque na caixa (www.batuquenacaixa.blogspot.com) e nas redes sociais dos parceiros institucionais.

O circuito de poemas batuque na caixa foi finalista do Prêmio Internacional Iberbibliotecas 2020.

Asimp/Batuque na Caixa

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.