Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Dia 01 de setembro, a circulação do Encontro de Contadores de Histórias (ECOH) entra em ação, com artistas e contadores de histórias de Londrina e região. Em função da pandemia de coronavírus, todas as ações culturais para o público em geral e para professores e alunos das redes municipais serão desenvolvidas de forma remota. O evento tem incentivo do PROFICE e apoio da COPEL.

O projeto fechou parcerias com 11 municípios do Norte do Paraná para o ECOH Pedagógico, que faz parte do Circulação do ECOH: Astorga, Bela Vista do Paraíso, Cornélio Procópio, Ibiporã, Imbaú, Jaguapitã, Ortigueira, Pitangueiras, Prado Ferreira, São Sebastião da Amoreira e Uraí.  Estes municípios terão ações virtuais dirigidas para professores e alunos.

No formato digital, foi possível ampliar a abrangência do público em geral e de professores e as ações culturais e pedagógicas. Presencialmente, o evento contava com 01 oficina para professores sobre a importância de contar histórias, 02 dias de contações de histórias nas escolas das redes municipais, 01 dia de brincadeiras tradicionais na praça.

Agora, o Circulação do ECOH será desenvolvido durante todo o mês de setembro e contará com: 11 vídeos de Contação de Histórias veiculados nas redes sociais do ECOH e que serão enviados por e-mail para as secretarias municipais de Educação dos 11 municípios; 15 vídeos curtos de brincadeiras tradicionais de rua; 02 Lives: “Brincando com o ECOH” e “Preta do Leite convida para seu balaio de histórias”; 01 oficina de manipulação de bonecos; 01 oficina “Linhas, agulhas e teares”; 04 oficinas para professores, com disponibilização de material em PDF para as secretarias municipais de Educação dos 11 municípios; 04 mesas virtuais de debates.

Nessas mesas, contadores de histórias, artistas, especialistas e educadores irão conversar sobre contação de histórias e interação remota; a importância de histórias e brincadeiras para crianças de 0 a 3 anos; impacto do ECOH nos professores, alunos, pais, filhos e público em geral; compartilhamento de boas práticas de contação de histórias em sala de aula.

Erika Pelegrino/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.