Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Material reúne imagens das nove edições da maratona “Clic o seu Amor por Londrina” e revela as transformações urbanas e paisagísticas ocorridas na cidade desde 2001

O maior projeto de documentação fotográfica da história de Londrina virou livro e será lançado na próxima terça-feira (8), durante um café da manhã para convidados, aberto à imprensa, às 9 horas, na sede da Vectra Store, que fica na rua Bento Munhoz da Rocha Neto, 1225. São 20 anos de transformação urbana e paisagística contados através de cerca de 500 imagens da cidade produzidas por fotógrafos profissionais e amadores para as nove edições da maratona “Clic o seu Amor por Londrina”, de 2001 a 2019.

O professor sênior do programa de Pós-Graduação de Comunicação da Universidade Estadual de Londrina (UEL), organizador das maratonas fotográficas e autor do livro “A história de Londrina contada por imagens – 2001 a 2020”, Paulo César Boni, explica que o material está organizado em ordem cronológica. Cada maratona está representada por cerca de 50 fotografias, acompanhadas de textos explicativos. “As fotografias que consideramos mais bonitas e sentimentais abrimos de página inteira. São destaques contemplativos”, conta.

Organizado no formato horizontal, com oito fotografias por página impressas em capa dura, o livro é um presente para a cidade. O projeto de documentação fotográfica surgiu a partir da primeira edição da maratona realizada em 2001. “A comissão julgadora do concurso percebeu que tinha muitas fotografias bonitas de representações simbólicas de Londrina, como o café, e de documentação histórica de lugares que fatalmente seriam transformados como, por exemplo, a Gleba Palhano”, justifica.

A ideia inicial era concluir o projeto com uma grande exposição fotográfica no Museu Histórico de Londrina, com retratos de todas as maratonas, para que os visitantes pudessem testemunhar de perto o quanto a cidade se transformou nos últimos 20 anos. Mas, a pandemia e as medidas de isolamento social impossibilitaram a realização do evento. Com a dificuldade na captação de recursos, foi cogitada a possibilidade de fazer um livro digital para marcar o encerramento do trabalho.

Mas, um grupo de voluntários conseguiu o aporte financeiro necessário para a impressão de 1 mil exemplares do livro, que tem o patrocínio da Vectra Construtora, Cruciol Imobiliária, Midiograf, além do apoio financeiro do empresário das lojas Foto Célula, Terumi Koga, e do próprio autor, Paulo César Boni. Os exemplares serão distribuídos gratuitamente a bibliotecas e museus e para os maratonistas que tiveram suas fotografias publicadas.

O jornalista e integrante da organização do projeto de documentação histórica, Fábio Mansano, destaca que o livro tem grandes atrativos. “Além de ser ilustrado com fotos, o material tem muitos registros da história recente de Londrina. É um projeto único no Brasil”, afirma. Ele lembra que existem concursos de fotografia em outras cidades do país, mas não que tenham durado 20 anos, gerado um acervo tão rico e se transformado em livro.

No dia 8 de dezembro, a Vectra Construtora, que tem apoiado o projeto nos últimos dez anos, lançará, também, o calendário de mesa das maratonas, com uma seleção de fotografias do concurso do ano passado. Será uma homenagem aos agricultores e prédios históricos da cidade. Ao todo, serão distribuídos mais de 5 mil calendários de 2021 gratuitamente aos londrinenses.

Amanda de Santa/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios