Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Material reúne imagens das nove edições da maratona “Clic o seu Amor por Londrina” e revela as transformações urbanas e paisagísticas ocorridas na cidade desde 2001

O maior projeto de documentação fotográfica da história de Londrina virou livro e será lançado na próxima terça-feira (8), durante um café da manhã para convidados, aberto à imprensa, às 9 horas, na sede da Vectra Store, que fica na rua Bento Munhoz da Rocha Neto, 1225. São 20 anos de transformação urbana e paisagística contados através de cerca de 500 imagens da cidade produzidas por fotógrafos profissionais e amadores para as nove edições da maratona “Clic o seu Amor por Londrina”, de 2001 a 2019.

O professor sênior do programa de Pós-Graduação de Comunicação da Universidade Estadual de Londrina (UEL), organizador das maratonas fotográficas e autor do livro “A história de Londrina contada por imagens – 2001 a 2020”, Paulo César Boni, explica que o material está organizado em ordem cronológica. Cada maratona está representada por cerca de 50 fotografias, acompanhadas de textos explicativos. “As fotografias que consideramos mais bonitas e sentimentais abrimos de página inteira. São destaques contemplativos”, conta.

Organizado no formato horizontal, com oito fotografias por página impressas em capa dura, o livro é um presente para a cidade. O projeto de documentação fotográfica surgiu a partir da primeira edição da maratona realizada em 2001. “A comissão julgadora do concurso percebeu que tinha muitas fotografias bonitas de representações simbólicas de Londrina, como o café, e de documentação histórica de lugares que fatalmente seriam transformados como, por exemplo, a Gleba Palhano”, justifica.

A ideia inicial era concluir o projeto com uma grande exposição fotográfica no Museu Histórico de Londrina, com retratos de todas as maratonas, para que os visitantes pudessem testemunhar de perto o quanto a cidade se transformou nos últimos 20 anos. Mas, a pandemia e as medidas de isolamento social impossibilitaram a realização do evento. Com a dificuldade na captação de recursos, foi cogitada a possibilidade de fazer um livro digital para marcar o encerramento do trabalho.

Mas, um grupo de voluntários conseguiu o aporte financeiro necessário para a impressão de 1 mil exemplares do livro, que tem o patrocínio da Vectra Construtora, Cruciol Imobiliária, Midiograf, além do apoio financeiro do empresário das lojas Foto Célula, Terumi Koga, e do próprio autor, Paulo César Boni. Os exemplares serão distribuídos gratuitamente a bibliotecas e museus e para os maratonistas que tiveram suas fotografias publicadas.

O jornalista e integrante da organização do projeto de documentação histórica, Fábio Mansano, destaca que o livro tem grandes atrativos. “Além de ser ilustrado com fotos, o material tem muitos registros da história recente de Londrina. É um projeto único no Brasil”, afirma. Ele lembra que existem concursos de fotografia em outras cidades do país, mas não que tenham durado 20 anos, gerado um acervo tão rico e se transformado em livro.

No dia 8 de dezembro, a Vectra Construtora, que tem apoiado o projeto nos últimos dez anos, lançará, também, o calendário de mesa das maratonas, com uma seleção de fotografias do concurso do ano passado. Será uma homenagem aos agricultores e prédios históricos da cidade. Ao todo, serão distribuídos mais de 5 mil calendários de 2021 gratuitamente aos londrinenses.

Amanda de Santa/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.