Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Estreia está agendada para o final de outubro; Ingressos gratuitos podem ser retirados on-line

O que nos conecta? Qual foi a sucessão de fatos que nos trouxe até aqui?

Essas e outras reflexões deram o Norte para a mais nova montagem da Companhia Tangará, grupo circense de Londrina, intitulado “Conexão”, com estreia agendada para os dias 29, 30 e 31 de outubro no Barracão Tangará, Rua Augusto Severo, 544, Bairro Aeroporto. Os ingressos já estão esgotados.

Os encontros para o novo espetáculo tiveram início em 2019 com o desafio de sair da zona de conforto, e uma proposta desvinculada do conhecido virtuosismo do circo tradicional. “A proposta foi de uma montagem coletiva, com várias cabeças e ideias diferentes para a realização deste espetáculo. O resultado foi essa Conexão, um espetáculo diferente do que estamos habituados a realizar, um projeto novo, uma energia nova”, revela Pedro Giovani Queisada, diretor técnico do espetáculo.

Outro desafio foi a pandemia que alterou a vida de todos, especialmente dos artistas, em criar e ensaiar com a necessidade do distanciamento. Mais do que nunca, as conexões foram fundamentais para garantir a realização da montagem. O resultado que se vê em cena se traduz no vigor dos números acrobáticos, em belas cenas e imagens onde a união e a conexão entre os atores do elenco fizeram todo sentido.

 “Voltar para o palco nos trouxe ânimo, foi como uma luz no fim do túnel. Nossa equipe passou por um longo período sem poder realizar os ensaios, o que nos deixou apreensivos sobre a qualidade e desempenho desse projeto. O “Conexão” reforça que, de fato, precisamos estar conectados. Passamos por dificuldades com o elenco, mas conseguimos superar todas as barreiras e estamos a todo vapor, prontos para a estreia.”

Pesquisa e vivências

O diretor técnico Pedro Giovane conta que a proposta de uma criação coletiva partiu de pesquisas de trabalhos desenvolvidos por outros grupos, e de trazer algo novo, desconstruindo a mise-en-scène tradicional do circo.

 “Queremos que o público perceba o quanto estamos conectados a tudo: às pessoas, à música, à arte... O circo traz essa vibe da coletividade, e trouxemos os bastidores para a cena, as montagens dos aparelhos, o voo de um artista, entre outros.”

Ingressos gratuitos

Os ingressos, já esgotados, será solidário, com a entrega de 1kg de alimento não perecível (por pessoa) no dia do espetáculo. Os alimentos serão revertidos para o Faz a Boa Londrina, projeto que visa levar alimentação à população em situação de rua de Londrina.

Tangará

O grupo Tangará tem 13 anos de história neste formato, mas sua trajetória remonta de várias gerações no circo. A base do grupo é formada por Carlos Tangará, a esposa Selma Gerolamo Ribeiro, a filha Juliana e o marido Pedro Giovani Queisada. Em 2019, a companhia iniciou uma nova jornada com sede própria, o Barracão Tangará, onde será realizado o espetáculo.

 “Conexão” tem patrocínio da Havan. Realização: Vila Cultural Barracão Tangará, Secretaria Municipal de Cultura (PROMIC). Apoio: Secretaria Estadual de Cultura (PROFICE), Faz a Boa Londrina.

Emilia Miyazaki/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.