Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

- Por que você coça tanto o olho desse jeito?

- Não sei. Começou hoje de manhã. Uma coceirinha de nada e depois foi aumentando aqui em volta do olho esquerdo. Deve ser nada não. Apenas uma alergia por causa desse tempo seco.

No outro dia continuou coçando em volta do olho e sobre a pálpebra. Porém, na outra manhã seu olho esquerdo começou a descamar.

- Não parou de coçar o olho ainda amigo?

- Não, e o pior é que está esfolando todo. Olha só.

- Credo! Parece que está saindo uma escama branca. Não dói?

- Arde um pouco. Mas acho que é de tanto coçar.

- Cara! Vai no médico ver o que é isso. Melhor ainda, vai num dermatologista.

- Você está louco! Uma consulta no dermatologista custa o olho da cara.

- Mas justamente o olho de sua cara é que está em jogo. Você precisa ver o que é isso.

- Vou passar uma pomadinha que tenho em casa e vai melhorar.

E o rapaz passou a pomada por três dias e nada do olho melhorar. 

- Vixe maria rapaz! Seu olho está feio! Ainda não foi no médico?

- Custa muito caro ir no médico. 

- Isso aí deve ser bactéria. 

- Mas bactéria do quê?

- Alguma coisa que você pegou ou passou a mão e depois colocou no olho. Pode ser até por causa de dinheiro!

- Terminantemente impossível ser uma bactéria.

E o rapaz continuou passando Hipoglós e lavando com água boricada. Mas quando numa manhã seu olho esquerdo amanheceu inchado e ao redor todo vermelho. Não teve outra alternativa que ir no Pronto Socorro.

- Doutor meu olho não para de coçar e hoje amanheceu desse jeito horrível!

- Deixe-me ver... está parecendo que se trata de alguma bactéria. 

- Mas, que bactéria doutor?

- Talvez você tenha pegado uma nota de dinheiro contaminada e depois colocado o dedo sobre o olho.

- Doutor, é extremamente impossível! Já me disseram isso e realmente discordo totalmente dessa tese estúpida e sem sentidos!

- Não é estúpida e nem sem sentido! Pegar bactérias por causa de dinheiro contaminado é muito provável...

- Não para mim doutor!

- Por que não? Por acaso é imune a bactérias?

- Não é isso... é que faz um tempão que não pego em dinheiro... A coisa está feia doutor. Confesso que se fosse para eu escolher contrair bactérias pelo fato de pegar em dinheiro, gostaria de estar com o corpo inteirinho infestado de bactérias...

Rodrigo Alves de Carvalho nasceu em Jacutinga (MG). Jornalista, escritor e poeta possui diversos prêmios literários em vários estados e participação em importantes coletâneas de poesia, contos e crônicas. Em 2018 lançou seu primeiro livro individual intitulado “Contos Colhidos” pela editora Clube de Autores. rodrigojacutinga@hotmail.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.