Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ballet de Londrina encerra minitemporada de espetáculo comemorativo de 25 anos e inaugura a Sala Marcos Leão, novo espaço de apresentações na cidade

Imagine uma aldeia de terra vermelha que possui um pequeno olho d’água. Dele, nasce um rio caudaloso, com correntezas que beijam terras de outras cores e texturas mundo afora, sem nunca se desligar de sua fonte inaugural. A metáfora do “rio da nossa aldeia” atravessa o espetáculo comemorativo de 25 anos que o Ballet de Londrina apresenta neste sábado e domingo, dias 30 e 31 de março, às 20 horas, na Funcart (Rua Senador Souza Naves, 2380). Os ingressos não possuem preço fixo -  o público pode contribuir com quanto puder ou quiser, com valor apenas indicativo de R$ 20 reais. A classificação é livre e há apenas 70 lugares para cada sessão. Mais informações pelo fone/whatsapp (43) 99168-3972.

A partir da imagem fluvial, a companhia conta um pouco de suas origens e os locais para onde navegou na América Latina, África e Europa. Neste quarto de século, sua linguagem sofreu inúmeras transformações e conquistou um lugar de destaque na dança brasileira. Na montagem, que reúne trechos dos mais emblemáticos espetáculos da companhia, o público pode perceber um pouco desta mudança no estilo de dançar e a descoberta de movimentos autorais. A coletânea é costurada por textos poéticos escritos e narrados ao vivo pelo dramaturgo e ator Renato Forin Jr.

Os doze bailarinos que integram o elenco permanecem o tempo todo em cena e transformam-se, às vistas do público, de uma peça a outra do programa. A viagem começa com “Um Ex...” (de 1993), uma das coreografias inaugurais desenhada por Marcos Leão. Ele, diretor e idealizador do Ballet de Londrina, morreria poucos dias antes da estreia em um acidente de trânsito. Leonardo Ramos assume, então, a tarefa. São dele as direções de outros trabalhos cujos excertos serão apresentados: “...à Cidade” (1996); “Nunca” (2001); “Decalque” (2007); “A Sagração da Primavera” (2011); “Sem eira nem beira” (2014); “Oração pelo fim do mundo” (2017) e “Cinematógrafo” – nome provisório do futuro espetáculo que estreará até o fim do ano.

Inauguração

Além de comemorar os 25 anos da companhia, a chamada “Temporada Marcos Leão”, que começou no fim de semana passado e segue só até este domingo, também marca a abertura de um espaço de apresentações alternativo na Funcart, batizado de “Sala Marcos Leão” em memória do coreógrafo. O espaço, originalmente a sala onde o Ballet de Londrina faz seus treinamentos e ensaios, foi adaptado com arquibancadas e estrutura de iluminação e sonorização para receber o público. A ideia inicial era levar os espectadores para dentro deste ambiente intimista onde a companhia começou e onde ainda acontecem as criações, mas o projeto ganhou novos rumos. A sala deve ser utilizada também em outras ocasiões como palco para espetáculos com capacidade de até 70 lugares.

“Este é o lugar onde, talvez, eu tenha passado a maior parte da minha vida, até mais que em minha casa. Lá foi construída toda a minha trajetória como coreógrafo. Fazer o espetáculo lá é retomar algo do começo, é também um modo de colocar a casa à disposição das pessoas, do nosso público, enquanto o novo Circo Funcart não é erguido”, comenta Leonardo Ramos.

O espetáculo de 25 anos estreou em dezembro do ano passado no Teatro Ouro Verde, na ocasião do aniversário de Londrina. O Ballet traz no elenco os dançarinos Alessandra Menegazzo, Ariela Pauli, Marciano Boletti (também ensaiador), Nayara Stanganelli, Matheus Nemoto, Lucas Manfré, Lucas Gabriel, Thaisa Morais, Hugo Vargas, Higor Vargas, Ione Queiroz e Giovana Aversani. A produção é de Danieli Pereira. A companhia oficial da cidade é mantida por convênio com a Prefeitura Municipal.

Confira:  Oração pelo fim do mundo” (2017), um dos trechos apresentados na “Temporada Marcos Leão”:  https://www.youtube.com/watch?v=rU4iACBWi7A

Renato Forin Jr./Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios