Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Estão previstas danças, trava-línguas, entre outras ações que vão lembrar o dia 22 de agosto

A Secretaria Municipal de Educação, por meio das escolas municipais e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), elaborou uma programação especial para a próxima semana. Isso porque na quarta-feira (22) acontece o Dia do Folclore, data para rememorar tradições e manifestações populares como lendas, brincadeiras, provérbios, danças e costumes da cultura brasileira.

Cada instituição trabalha o tema a sua maneira. Algumas têm inserido a prática pedagógica durante o período de aulas com histórias, trava-línguas e curiosidades. Outras programaram apresentações e separaram um ou vários dias dedicados especialmente à data. As celebrações começam na próxima segunda-feira (20) e vão até o dia 31 de agosto.

No CMEI Valéria Veronesi as celebrações folclóricas acontecem de segunda (20) a sexta-feira (24). As famílias foram convocadas a participar da semana de brincadeiras folclóricas, que tem como proposta resgatar formas tradicionais de lazer e promover uma reflexão sobre o uso da tecnologia na vida das crianças. O objetivo é trabalhar de forma lúdica a cultura, desenvolvendo as áreas física, cognitiva, motora, afetiva e social das crianças. Além disso, os estudantes farão a dança do Bumba Meu Boi.

As crianças e adolescentes da Escola Municipal Atanázio Leonel estudam desde o começo do mês temas folclóricos em sala de aula. Na quarta-feira (22), será feita a exposição para toda a escola dos trabalhos realizados. Os alunos contarão ainda com outras atividades relacionadas à data, entre elas uma apresentação sobre o Sítio do Pica-Pau Amarelo, obra da literatura infantil que apresenta personagens familiares no cotidiano dos estudantes.

Na sexta-feira (24), a Escola Municipal Ignez Corso Andreazza se inspirou na Cuca para comemorar. Entre os personagens folclóricos trabalhados com os alunos, a bruxa foi com quem eles mais se identificaram. Coordenados pela professora Vanessa Sedrigo Camargo, cerca de 50 crianças dos primeiros anos A e B farão uma apresentação da música “A Cuca te pega”, de Cássia Eller. Elas confeccionaram uma máscara especialmente para a ocasião.

Ainda na sexta-feira (24), a Escola Municipal Carlos Zewe programou um dia de brincadeiras folclóricas. A diversão inclui pular corda, amarelinha, pega-pega, entre outras. As atividades serão inspiradas nas obras de Ivan Cruz, artista plástico que tem como foco de suas obras, crianças em momentos de lazer. Além disso, a partir de segunda (20), as professoras Aline Murata e Rosana Vialli abordarão o tema na biblioteca com os estudantes por meio de trava-línguas, lendas e histórias.

Os alunos da Escola Municipal Hélvio Esteves também separaram a sexta (24) para comemorar o Dia do Folclore. Na ocasião, serão feitas duas apresentações. A primeira será um teatro apresentado pelos primeiros anos sobre a Lenda da Gralha Azul, tradicional no Paraná, já que a ave carrega as sementes da árvore símbolo do estado: a araucária. Os segundos anos cantarão a música da Cuca. O trabalho pedagógico também será realizado em sala durante toda a semana.

A Escola Municipal José Garcia Villar reservou o dia 31 para a celebração folclórica. Uma turma do terceiro ano vai realizar a “Dança da tapioca”. Os alunos do quarto ano prepararam um jogral para recitar o poema “Fé”, de Bráulio Bessa. Uma roda de ciranda comandada pelos estudantes do quinto ano também promete envolver os colegas. Os estudantes serão coordenados pela professora Kelly Djane de Almeida, que desde o início do mês de agosto ensaia as turmas para a festa. Eles farão ainda um painel folclórico, onde serão expostas brincadeiras, personagens e comidas típicas da cultura brasileira.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios