Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Projeto Pluricoisadas começou como uma inquietação, uma “Batida”. Este é o nome da primeira videopoesia feita pelo grupo de artistas envolvido no projeto. Foi desde o início experimentação e desejo.A vontade de flertar com a poesia em suas várias faces, pela poesia-vídeo, poesia-música, poesia-rima; pelapoesia-ritmo-audiovisual, pela poesia-teatro, pelapoesia-imagem, pela poesia-som. Poetizarmo-nos, então, foi a única escolha.

A ideia, surgida antes da situação de pandemia, na qual muitas e muitos artistas tem tido de se reinventar e criar conteúdos para internet, se configurou em um projeto aprovado pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC) e iniciou suas atividades em 2020. Idealizado por Herbert Proença, o projeto prevê a criação de 4 videopoesias a serem disponibilizadas nas redes, cada uma com um grupo de artistas diferente: Cia Teatro de Garagem, Banda Caburé Canela, as escritoras e poetisas Flavia Verceze, Vi Karina, Karen Debértolis e Ligia Braga.O primeiro fruto, a primeira vídeo-poesiacom a Cia. Teatro de Garagem - “Silêncio que eu não”, foi ao ar no dia 31/01, no Canal do Youtube do Projeto Pluricoisadas.

 (https://www.youtube.com/channel/UCTZOhLoNOFWOyppLCHvnJqA).

A segunda videopoesia, “Distância” estreia neste sábado (26/06) as 20h no nosso Canal do Youtube e nas redes sociais do projeto. Esta videopoesia foi realizada com a Banda Caburé Canela, e foram exploradasas linguagens poéticas literárias, musicais e audiovisuais, tendo como material de inspiração um poema de Lucas Oliveira.Uma banda, um bando, uma gente. Um mesmo espaço, vários cômodos. O interno, o isolamento em contraste com ser grupo e o ser coletivo. A distância entre nós é algo novo, ou uma velha conhecida? A videopoesia caminha por caminhos possíveis, direcionando onde nos direciona a consciência. Há sempre um ponto de vista, um ponto de interrogação... antes mesmo de um ponto final.

O projeto também experimenta excertos de cada videopoesia como pílulas poéticas. Apresentando os “Detalhos de Retalhes”, uma série que dá vida aos fragmentos, personagens e imagens poéticas que habitam cada videopoesia, ganhando vida fora do poema. Os vídeos são lançados nas redes sociais do projeto.

Além disso, o projeto prevê o lançamento da série de publicações "Vozes outras daqui deste lugar", buscando quem são nosses poetas, poetisas, poetises londrinenses. A série é um princípio de mapeamento, de projeção de outras vozes possíveis no contexto de produção literária em Londrina.

O Projeto conta com o patrocínio do PROMIC (Programa Municipal de Incentivo à Cultura).

Ficha Técnica

Projeto Pluricoisadas

Produção: Herbert Proença e Rafael Avancini

Audiovisual: Fagner Bruno de Souza e Lucas Godoy

Som e trilha sonora: Gabriel Kruczeveski

Arte visual: Rafael PS

Artistas convidados: Cia. Teatro de Garagem (Everton Bonfim, Edna Aguiar, Herbert Proença, Pedro José e Rafael Avancini), a banda Caburé Canela (Carolina Sanches,  Lucas Oliveira Maria Carolina Thomé, Mariana Franco, Paulo Moraes e Pedro José) além das poetisas Vi Karina e Flavia Verceze; Karen Devértolis e Ligia Braga.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios