Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Projeto Pluricoisadas começou como uma inquietação, uma “Batida”. Este é o nome da primeira videopoesia feita pelo grupo de artistas envolvido no projeto. Foi desde o início experimentação e desejo.A vontade de flertar com a poesia em suas várias faces, pela poesia-vídeo, poesia-música, poesia-rima; pelapoesia-ritmo-audiovisual, pela poesia-teatro, pelapoesia-imagem, pela poesia-som. Poetizarmo-nos, então, foi a única escolha.

A ideia, surgida antes da situação de pandemia, na qual muitas e muitos artistas tem tido de se reinventar e criar conteúdos para internet, se configurou em um projeto aprovado pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC) e iniciou suas atividades em 2020. Idealizado por Herbert Proença, o projeto prevê a criação de 4 videopoesias a serem disponibilizadas nas redes, cada uma com um grupo de artistas diferente: Cia Teatro de Garagem, Banda Caburé Canela, as escritoras e poetisas Flavia Verceze, Vi Karina, Karen Debértolis e Ligia Braga.O primeiro fruto, a primeira vídeo-poesiacom a Cia. Teatro de Garagem - “Silêncio que eu não”, foi ao ar no dia 31/01, no Canal do Youtube do Projeto Pluricoisadas.

 (https://www.youtube.com/channel/UCTZOhLoNOFWOyppLCHvnJqA).

A segunda videopoesia, “Distância” estreia neste sábado (26/06) as 20h no nosso Canal do Youtube e nas redes sociais do projeto. Esta videopoesia foi realizada com a Banda Caburé Canela, e foram exploradasas linguagens poéticas literárias, musicais e audiovisuais, tendo como material de inspiração um poema de Lucas Oliveira.Uma banda, um bando, uma gente. Um mesmo espaço, vários cômodos. O interno, o isolamento em contraste com ser grupo e o ser coletivo. A distância entre nós é algo novo, ou uma velha conhecida? A videopoesia caminha por caminhos possíveis, direcionando onde nos direciona a consciência. Há sempre um ponto de vista, um ponto de interrogação... antes mesmo de um ponto final.

O projeto também experimenta excertos de cada videopoesia como pílulas poéticas. Apresentando os “Detalhos de Retalhes”, uma série que dá vida aos fragmentos, personagens e imagens poéticas que habitam cada videopoesia, ganhando vida fora do poema. Os vídeos são lançados nas redes sociais do projeto.

Além disso, o projeto prevê o lançamento da série de publicações "Vozes outras daqui deste lugar", buscando quem são nosses poetas, poetisas, poetises londrinenses. A série é um princípio de mapeamento, de projeção de outras vozes possíveis no contexto de produção literária em Londrina.

O Projeto conta com o patrocínio do PROMIC (Programa Municipal de Incentivo à Cultura).

Ficha Técnica

Projeto Pluricoisadas

Produção: Herbert Proença e Rafael Avancini

Audiovisual: Fagner Bruno de Souza e Lucas Godoy

Som e trilha sonora: Gabriel Kruczeveski

Arte visual: Rafael PS

Artistas convidados: Cia. Teatro de Garagem (Everton Bonfim, Edna Aguiar, Herbert Proença, Pedro José e Rafael Avancini), a banda Caburé Canela (Carolina Sanches,  Lucas Oliveira Maria Carolina Thomé, Mariana Franco, Paulo Moraes e Pedro José) além das poetisas Vi Karina e Flavia Verceze; Karen Devértolis e Ligia Braga.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.