Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Exposição individual revela os últimos trabalhos da artista londrinense

Desenhos feitos a partir de troncos de árvores que, surpreendentemente, sugerem formas e problemas humanos. Caroços de abacate que, sofrendo a ação do tempo, podem lembrar corações ruindo.

Assim poderiam ser descritas algumas das obras que compõem a exposição Em todo coração mora um bicho, da artista londrinense Carolina Sanches, que abre nesta sexta-feira (21), a partir das 19h na Vila Cultural Grafatório (Av. Paul Harris 1575). Com curadoria da professora da UEL e artista Elke Coelho, a mostra reúne as últimas criações de Carolina que, há mais de cinco anos, vem explorando a materialidade de elementos da natureza para sugerir uma ampla gama de reflexões.

Membro do coletivo Grafatório, além de artista visual, Carolina Sanches também é cantora e compositora, atuando nos grupos Caburé Canela e Pisada da Jurema. Parte de sua produção musical poderá ser conhecida na abertura da exposição: o evento vai contar com uma jam session da qual participam a banda Caburé Canela e vários músicos locais convidados, como João de Carvalho, Fischer Seixas e Suy Correia.

Entre a vegetalização do homem e a antropomorfização da natureza, as obras de Em todo coração mora um bicho instigam reflexões sobre o tempo, a perenidade, a degradação do ambiente e a desintegração do homem em relação a ele.

Como escreveu a curadora Elke Coelho, “uma árvore morta, um galho seco, em contato com uma pessoa que o registra, de alguma forma fala sobre a vida. Uma pessoa, articulando com um resquício, com o resíduo de uma paisagem, pode expressar nossas limitações e impotências, nossas pequenas mortes diárias. Entre aquilo que entendemos como vida e o seu avesso, aquilo que supomos ser a morte, há um interstício infinitesimal em que se aloca, se ancora, provisoriamente, os trabalhos apresentados nesta exposição".

A entrada para a abertura de Em todo coração mora um bicho é gratuita. Durante o evento, o Bar About estará aberto servindo comes e bebes.

Visitas guiadas com escolas e outras instituições podem ser agendadas pelo telefone (43) 3024-3533.

A Vila Cultural Grafatório conta com o patrocínio do PROMIC – Programa Municipal de Incentivo à Cultura.

Carolina Sanches, série Condenadas, grafite e óleo de linhaça sobre papel pólen

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios