Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Na próxima sexta-feira (14), a escritora paranaense Susan Cruz apresenta sua nova obra: “A Criança Invisível”, uma história de terror direcionada ao público infantil. O lançamento será às 17 horas na Livraria Curitiba, do Shopping Catuaí.

O livro é publicado pela Luva Editora, do Rio de Janeiro, e marca a estreia do selo “Luvinha”, voltado para livros infantis.

A história narra à trajetória de uma menina que teme a sombra que habita sua casa, uma metáfora para a depressão da mãe. Aos poucos a garotinha entende que ela precisa ajudar a mãe a se livrar dessa sombra. Para isso precisa enxergar-se novamente, porque sente que está desaparecendo. “Trabalhar com a questão da criança invisível foi a maneira de mostrar o quanto de nós reflete-se no emocional das crianças. Quando esse espelhamento é comprometido sobra um vazio, uma ausência da própria imagem como indivíduo”, afirma a autora que, para escrever, pesquisou profundamente o tema na psicologia.

A narrativa escrita em terceira pessoa utiliza recursos linguísticos inteligentes para aproximar o leitor. Exemplo disso é a ausência de nomes nas personagens. “Achei interessante denominá-las apenas pelos substantivos “mãe” e “filha” para que as crianças possam imaginar qualquer pessoa dentro da história, inclusive a si mesmas em algumas situações”, comenta Susan.

Com formato que lembra um Zine, a obra tem ilustrações em preto e branco, feitas pela artista e tatuadora londrinense Paty Oliveira. “A ideia é justamente trazer para as crianças essa experiência literária diferenciada na forma e no conteúdo, explorar uma história de terror instigante e visualmente oferecer ilustrações em P&B diferente do colorido e plastificado habitual”, explica Susan.

Com “A Criança Invisível” a autora busca trabalhar o medo e mostrar como ele pode afetar profundamente uma criança, mas também que é possível superá-lo.

Por isso, o livro é uma ótima oportunidade para conversar sobre o tema de uma maneira simbólica. É indicado para crianças a partir dos dez anos de idade, mas como tem muitas camadas e interpretações pode ser lido por adolescentes e adultos também.

Sobre a autora

Curitibana, mas radicada em Londrina, a jornalista Susan Cruz já atuou em diversos veículos de comunicação, como o Portal Terra de Notícias, do qual ela foi correspondente no Paraná por mais de dez anos.

Sua estreia como escritora foi com o romance gótico de horror, Post Mortem, disponível em ebook na Amazon.

Ela ainda participou de diversas antologias e recentemente publicou o conto “Pequeno Monstro”. O texto foi muito bem recebido pelos fãs do gênero e faz uma crítica ácida ao universo da maternidade. O conto também está disponível em ebook na Amazon.

João Fortes/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios