Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Apresentação mescla elementos cênicos e musicais ao contar a história da cantora brasileira; projeto tem patrocínio do Promic

Estreia nesta quinta-feira (21), às 18h30, no Teatro Funcart, o espetáculo cênico-musical “Araca: arquiduquesa do Encantado”, que destaca o talento da cantora Aracy de Almeida, artista importante da história da música brasileira. A atração faz parte da programação de encerramento do 36º Festival Internacional de Música de Londrina (FIML). O Teatro Funcart fica na Rua Senador Souza Naves, 2.380. Os ingressos serão vendidos no local e custam R$5 (preço único). A apresentação tem patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic).

O espetáculo é um projeto londrinense idealizado e coordenado pela cantora Silvia Borba, recifense de origem e londrinense por opção, que coloca em foco a faceta artística e humana de Aracy, mesclando elementos cênicos e músicais nos moldes de um programa de rádio da década de 30. No decorrer da apresentação, são narradas histórias que revelam a personalidade, os gostos e o senso de humor da irreverente cantora, que foi considerada por Noel Rosa como sua melhor intérprete.

Segundo Silvia Borba, a ideia da apresentação é ressaltar a imagem de Aracy de Almeida como uma das maiores cantoras brasileiras de todos os tempos, apresentando ao público uma visão mais fiel e completa desta que é considerada por grandes músicos, estudiosos e intelectuais da cultura brasileira como uma das personalidades responsáveis pela cultura do samba como o mundo conhece e respeita. O projeto teve início em 2014, quando Silvia passou a pesquisar a história de vida de Aracy de Almeida, motivada pelo centenário de nascimento da artista, que faleceu em 1988, aos 73 anos.

O repertório musical traz temas de teor cômico e músicas tristes, contribuindo para contar as histórias envolvendo Aracy e o cenário musical da época. “O repertório começou a ser selecionado a partir de uma doação feita por um colecionador de Belo Horizonte, que enviou a discografia completa da cantora por correio para ser utilizada pelo nosso projeto. Foi uma contribuição muito valiosa. Depois disso, houve conversas com músicos e a pesquisa se aprofundou”, contou Silvia.

O projeto “Araca: arquiduquesa do Encantado” conta com o patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). Após a estreia, nesta quinta-feira (21), o espetáculo será apresentado nos palcos londrinenses até dezembro, com exibições em diferentes regiões da cidade.

A montagem tem roteiro e direção de Silvio Ribeiro e a direção musical e os arranjos são de Paulo Vitor Poloni. O nome do espetáculo foi inspirado no livro homônimo do pesquisador e produtor musical Hermínio Bello de Carvalho, lançado em 2004, por ocasião da comemoração dos 90 anos de Aracy.

 A equipe do projeto é formada por Silvia Borba (coordenação geral, canto e voz), André Mattos (clarineta), Osório Perez (violão de sete cordas), Guilherme Araújo (Bandolim), Lucas Dias (pandeiro), Silvio Ribeiro (direção cênica), Paulo Vitor Poloni (direção musical), Leonardo Capeletti (ator), Alex Lima (figurino).

Informações N.Com/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios