Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A cultura sertaneja de raiz estará em cartaz durante todo o mês de novembro com o 3º Festival Causo & Viola. Além da competição musical, que caracteriza um festival de música, serão realizadas atividades paralelas de caráter pedagógico e artístico, como debate, oficinas e shows. Em função da pandemia de coronavírus, todas as ações serão desenvolvidas de forma remota.  O projeto, aprovado no Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura | PROFICE da Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura | Governo do Estado do Paraná, conta com apoio da COPEL.

O Festival acontece nos dias 26 e 27 de novembro, com competição musical, contação de causos e shows. As atividades paralelas ao Festival começam dia 17 de novembro, com oficinas pedagógicas para professores das escolas públicas de municípios parceiros do evento; entre os dias 18 e 24, serão realizadas oficinas de canto caipira e de viola caipira e no dia 25 tem Roda de Debate “O caipira, o sertanejo e a cultura”.

Atividades pedagógicas

Para as atividades nas escolas, foi realizada parceria com as prefeituras de Rolândia, Ibaiti, Bandeirantes, Jandaia do Sul e Cambará, atendendo 97 escolas e 13.266 alunos com idades entre 6 e 10 anos. O objetivo é promover a formação de público e capacitação dos professores para aproveitarem as atividades da programação artística do projeto no contexto escolar.

As escolas receberão vídeos de causos de Paulo Freire, Zé Boca e Vinícius Mazzon e o audiovisual “Vida caipira, consumo responsável, educação e respeito à natureza”. Receberão também material de apoio pedagógico com orientação para as atividades de exibição dos causos, com foco no tema caipirismo e sustentabilidade.

No dia 17 de novembro, serão realizadas oficinas para capacitar os professores inscritos pelas secretarias de Educação dos cinco municípios parceiros para utilizarem todo este material pedagógico.

Oficinas de canto e de viola

Entre os dias 18 e 24 de novembro, serão realizadas três oficinas de canto caipira, com 12 vagas, ministradas pela professora Juliana Satiko, e três oficinas de viola caipira, com 6 vagas, ministradas pelo Maestro Edson Murari Lima. As vagas são limitadas e as inscrições já estão abertas no site: https://www.causoeviola.com.br/oficinas.  O valor é R$ 10,00.

Roda de Debate

Na véspera da competição musical, dia 25 de novembro, será realizada a Roda de Debate: “O caipira, o sertanejo e a cultura”. O tema será discutido por Paulo Freire, Cassiano e Oswaldo Rios, com mediação de Havaí.

Festival e Shows

Finalmente, nos dias 26 e 27 de novembro, será realizado o Festival, com a competição musical, shows e causos. Os 16 grupos de “moda caipira” que disputarão os prêmios foram selecionados via edital pelo curador e pela comissão de seleção. Eles concorrem com música autoral, que não foi gravada em estúdio “comercial”, com no máximo três músicos e instrumentos, viola, violão (obrigatórios) e sanfona (opcional), e vocal em duas vozes. Os prêmios serão de R$ 5.000,00 - 1º lugar; R$ 2.500,00 - 2º lugar; R$ 1.250,00 – 3º lugar; R$ 800,00 – 4º lugar e R$ 500,00 – 5º lugar. Veja quem são os 16 classificados no site: https://www.causoeviola.com.br/

Programação

No dia 26 de novembro, sexta-feira, a partir das 20 horas:

Audiovisual: “Vida caipira; consumo responsável; educação e respeito à natureza”;

Causo: Contação de Causo com Vinícius Mazzon;

Competição musical: Apresentação dos 08 primeiros entre os 16 previamente selecionados pela comissão de seleção;

Show musical: Grupo “Viola Quebrada”, uma hora de duração.

No dia 27 de novembro, sábado, a partir das 20 horas:

Audiovisual: “Vida caipira; consumo responsável; educação e respeito à natureza”;

Causo: Contação de Causo com Paulo Freire em 2021;

Competição musical: Apresentação dos 08 grupos concorrentes restantes;

Show musical: Dupla “Leyde e Laura”, com uma hora de duração.

Premiação do Festival: Finalizando o Festival, em Live, será feita a apresentação dos vencedores e a premiação dos cinco colocados.

Ainda ao vivo, a comemoração segue em conversa entre os cinco premiados e a equipe de produção do Festival Causo & Viola.

Erika Pelegrino/Asimp

Clique nas fotos para ampliar

Foto Zé Bocca Crédito Divulgação
Ladye e Laura Crédito Divulgação
OFICINA CANTO CAIPIRA ARTE FERNANDO ITO
OFICINA VIOLA CAIPIRA ARTE FERNANDO ITO
Vivícius Manzon Crédito Divulgação

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.