Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Evento será transmitido pela internet, reunindo 11 atrações musicais e oito palestras com temas variados

Neste sábado (10) e domingo (11) será realizada a primeira edição do Festival Céu Aberto de Música e pensamento. Ele reunirá 11 atrações musicais e oito palestras com temas variados e será transmitido pela internet, ao vivo, por meio do YouTube. Nos dois dias de programação, as atividades começam às 10h e seguem até as 19h, sem interrupções. O evento tem patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic).

Para acompanhar a programação basta acessar o link https://www.youtube.com/channel/UCEV-3v9koj1YnNqrorRV01Q. A intenção é que o público deixe o canal do YouTube conectado durante o final de semana ou, se não for possível, que escolha as atrações de maior interesse.

A idealizadora do Festival, Isabela Cunha, explicou que, neste momento de sobrecarga, decorrente da pandemia da Covid-19, a intenção é as pessoas façam do Festival uma companhia. Segundo ela, foi construída uma programação artística e informativa para que as pessoas possam se conectar e ir escutando ao longo dos dois dias. Além de poder acompanhar a programação completa, o público também pode selecionar as suas atrações favoritas, por meio da grade de horário, e assistir cada atração que lhe interessar.

A programação conta com atrações de Londrina, do Brasil e até do Reino Unido. Segundo Isabela Cunha, o destaque é a possibilidade de visitar culturas tradicionais, como os saberes indígenas, a cultura nagô, o samba, as taças tibetanas, e a produção contemporânea, como o vibrafone do Marcello Casagrande, os duos e solos de improvisação, o rap.

Programação:

Sábado – 10 de julho

10h15: Abertura: Cortejo com a Folia de Reis

10h55: Conversa: “Trabalho, tempo e cansaço social: há espaço para o não fazer?” – José Mauro Garboza Jr.

12h: Performance “Queria Nascer Flor”, com Rogério Francisco Costa

12h30: Paulo Hartmann (SP) – apresentação musical

13h15: “Desterritorialização da Performance ou a áurea beleza do chumbo” – Valério Fiel da Costa:

14h30: Carolina Sanches – apresentação musical

15h15: “Saberes tradicionais indígenas na resistência à pandemia – o que podemos aprender com os povos originários para poder seguir a diante?” – Alexandro Nhandewa

16h30: Marcello Casagrande – apresentação Musical

17h30: “Quem é cria não é criado: tecnologia e criatividade nos beats de funk” – GG Albuquerque (PE)

18h30: Equilíbrio Sonoro – apresentação musical

Domingo – 11 de Julho

10h15: Kintala – taças tibetanas – apresentação musical

11h05: “Comunicação da Ciência na era das fakenews” – André Azevedo da Fonseca

12h20: Duo Barsa e Briggy – UK-BR – Apresentação musical

12h55: “O Gueto como paradigma biopolítico das cidades modernas” – Marcos Nalli

14h20: Xirê-Orins: O fazer Musical, poético e corporal como herança nagô no Brasil – Apresentação musical

15h20: Os Saberes do Samba – Juliana Barbosa

16h15: Silvia Borba – apresentação Musical

17h30: “Pandemia e subjetividade: uma conversa sobre escolhas” – Vivian Salton

19h: Encerramento: Rúbia Divino –  Apresentação musical

Para mais detalhes da programação, o público pode acessar https://www.instagram.com/festivalceuaberto/

NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.