Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O espetáculo “Bailinho do Plantão” é atração de Carnaval na ONG Flapt! que, no domingo (11), já abre as inscrições para 12 atividades formativas

A Vila Cultural Flapt! vai receber no domingo (11), a partir das 11h, o espetáculo “Bailinho do Plantão” da Cia Plantão Sorriso. O espetáculo tem patrocínio do Promic e abre a programação da ONG para o ano de 2018. Ao longo do evento os espectadores também poderão ver a exposição “Boi de Mamão” e já fazer inscrições para cada uma das 12 atividades formativas gratuitas da Flapt! que também têm patrocínio da prefeitura.

O Plantão Sorriso vai ser a atração principal de carnaval na Flapt! e promete diversão pra toda a família, os palhaços fazem muita graça e brincam com os ritmos do baião, reggae, country music e até ijexa (África). “O público vai assistir um show dinâmico e divertido, que vai atingir as crianças de todas as idades”, conta Tonho Costa diretor musical do show. “A surpresa está no repertório e no modo com que as conhecidas cantigas folclóricas serão tratadas. Cantigas do folclore brasileiro e de outros países foram arranjadas para dançar, recordar e dar boas risadas”.

Arte pra toda a comunidade

As atividades formativas fazem parte do projeto estratégico Livros, Jogos e Saberes IV e iniciam no dia 19 de fevereiro. “Por causa dos trâmites legais o projeto acabou sendo prorrogado para este ano e as aulas iniciam junto com as aulas da comunidade escolar, estamos trabalhando na produção do espaço para abrir as oficinas que seguem até novembro” afirma Vanessa Nakadomari, oficineira e membro da equipe de coordenação da Flapt!. A grade inclui: Capoeira, Clube de Histórias, Teatro, Canto, Hip Hop, Maracatu, Samba de Gafieira, Forró, Dança do Ventre, Desenho, Perna de Pau, e sessões de leitura na Biblioteca Comunitária Abdias Nascimento.

Vanessa reforça que este projeto é muito importante para a Flapt! que desde 2014 se consolidou como Vila Cultural, mas que se desestabilizou após o falecimento de sua presidente e uma das fundadoras, professora Dra Elena Andrei. “Foi um período delicado para a manutenção das atividades da Flapt!, o espaço, ainda bem, nunca fechou as portas, mas também não pôde manter integralmente a proposta do projeto iniciado pela Elena. Agora, no novo endereço e com o patrocínio das atividades, podemos aumentar o público atendido, a circulação de eventos culturais e os cuidados com a infraestrutura”.

Vanessa Nakadomari/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios