Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ballet de Londrina e Escola Municipal de Dança e de Teatro lançam campanha #FuncartemCasa com o objetivo de levar diferentes atrações para o público durante o confinamento pelo novo coronavírus

Arte e cultura, sem dúvida, aproximam as pessoas e ensinam um pouco sobre empatia. Em tempos de isolamento como forma responsável de refrear a propagação do COVID-19, artistas de todo o mundo reinventam os modos de exercer seu ofício e de cumprir seu papel social. A tecnologia aparece como aliada para que o encontro entre palco e plateia aconteça, mesmo à distância. Pensando nisso, em Londrina, a Fundação Cultura Artística (Funcart) planejou uma série de atividades on-line para trocar informações e experiências com os alunos que frequentam a instituição e também com o público em geral.

A programação, chamada “Quarentena com Arte!”, inclui aulas teóricas e práticas sobre temas do teatro e da dança, performances gravadas em casa, leituras dramáticas, disponibilização de vídeos de espetáculos, oficinas de atividades físicas, dentre outras. Tudo pode ser acompanhado remotamente, por meio das redes sociais, e será identificado com a tag #FuncartemCasa. A Fundação suspendeu atividades presenciais a partir do dia 17 de março, mas permanece trabalhando por meio de home office. Prevista inicialmente até o dia 31 de março, a suspensão foi prorrogada até 6 de abril para acompanhar o decreto municipal com medidas restritivas para reforçar as estratégias de contenção. Nova data pode ser anunciada a qualquer tempo dependendo das decisões municipais e do comportamento da pandemia.

Ballet de Londrina

O Ballet de Londrina, companhia oficial da cidade e administrada pela Funcart, montou uma grade de aulas diárias ministradas pelos bailarinos com a intenção de levar as pessoas a se exercitarem e manterem a saúde mesmo em casa. Tratam-se de exercícios que podem ser realizados por qualquer idade e adaptáveis a diferentes espaços. O programa é focado no bem-estar físico, com dinâmicas de alongamento, relaxamento, fortalecimento e exercícios aeróbicos e de dança, tudo supervisionado pela fisioterapeuta (e também bailarina) Thaisa Morais.

As aulas acontecem ao vivo de segunda (30/mar) a sexta (3/abr), no período da manhã, e podem ser acessadas no Instagram dos bailarinos de acordo com a agenda a seguir: segunda-feira, às 10 horas, Ariela Pauli (@arielapauli); terça-feira, às 10 horas, Wesley Silva (@iwelslife); quarta-feira, às 10 horas, Ariela Pauli (@arielapauli); quinta-feira, às 8h30, Viviane Terrenta (@vivianeterrenta), e sexta-feira, às 10 horas, Lucas Manfré (@lucas_manfre). Em outros horários, o grupo também fará lives e stories com dicas e demonstrações de dança, que podem ser acompanhados nas páginas do elenco, no @balletdelondrina e @funcartlondrina.

Escola de Dança -Já a Escola Municipal de Dança e a Escola Municipal de Teatro, logo após a paralisação das aulas presenciais, promoveram reuniões pedagógicas por vídeo com o objetivo de buscar alternativas para dar continuidade às atividades remotamente, de modo a não prejudicar o rendimento das centenas de alunos e não afetar os resultados dos espetáculos de fim de ano. Foi montado um cronograma e os professores têm feito contato diretamente com suas turmas, mantendo uma rotina com exercícios transmitidos por meio de textos, de aulas em vídeo, de explicações por áudio, lives, etc.

Algumas dessas experiências são partilhadas não só com alunos, mas podem também ser acessadas por outros estudantes e profissionais da área. É o caso das aulas públicas de balé clássico (para nível intermediário e avançado) que a Escola Municipal de Dança promove com o professor Marciano Boletti às segundas, quartas e sextas, às 14 horas, no Instagram @marcianoboletti.

A Escola também disponibilizou para o público o vídeo de “O Quebra Nozes”, que cumpriu temporada de sucesso em dezembro do ano passado, levando para a cena mais de 300 bailarinos, luxuosos cenários e figurinos feitos especialmente para a ocasião. Quem quiser conferir ou rever a montagem (em duas versões), pode acessar pelos links https://youtu.be/6zs6VIBf7Y8 e https://youtu.be/qUqoJuPj19c. O espetáculo “O Reino dos Doces”, apresentado na mesma temporada incluindo no elenco as crianças do Pré-Balé, está disponível no link https://youtu.be/WHefeLxxPRQ.

Escola de Teatro

A Escola Municipal de Teatro, que comemora 25 anos em 2020, também planejou várias atividades para os amantes desta arte. A história da EMT tem sido relembrada por alunos egressos e atuais por meio de fotos e trechos de vídeos de montagens antigas disponibilizados em feed e stories com a marca #FuncartemCasa. No dia 5 de abril, às 21 horas, no Instagram @luizeduardopsls, acontece a leitura dramática do texto “Dois Perdidos Numa Noite Suja”, montagem original de 2001 e reapresentada com grande repercussão em 2009, ambas com direção de Silvio Ribeiro. Os atores que dão voz às personagens de Plínio Marcos são os ex-alunos e ex-professores da Escola Luiz Eduardo Pires e Rogério Costa.

Os novos alunos também poderão mostrar seu talento e um pouco do trabalho realizado atualmente nos cursos e oficinas com gravações de diferentes solilóquios do dramaturgo inglês William Shakespeare. Os vídeos serão disponibilizados a partir desta segunda-feira (30/mar) nas redes sociais com a tag da campanha e com a marca dos 25 anos da Escola.

Uma série de aulas públicas na área do teatro também serão realizadas nos próximos dias, com início nesta terça-feira (31/mar). A professora Carol Ribeiro ministra no seu instagram (@c.rib), às 15 horas, o curso “Origens do Teatro Ocidental”. Na sequência, às 16 horas, a cantora Monique Kodama abre uma live no @monique.kodama com conteúdos sobre “Técnica Vocal”. Na quarta, às 16 horas, é a vez do professor Zé Henrique oferecer uma aula sobre alongamento e preparação para a cena no @josehnrq. Todas podem ser vistas pelo público em geral, mesmo sem experiência prévia.

Para mais informações ou dúvidas, a Funcart está disponível em suas redes sociais: no Instagram @funcartlondrina, no Facebook “Funcart” ou ainda por Whatsapp no número (43)98843-5567. Para contato direto com o Ballet de Londrina: @balletdelondrina, “Ballet de Londrina” ou (43) 99168-3972.

Renato Forin Jr./Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios