Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Aulas virtuais de dança e teatro, palestras e espetáculos em vídeo identificados com a tag #FuncartemCasa são atrações desta semana no projeto “Quarentena com Arte!”

Desde o início do isolamento social como medida de prevenção ao novo coronavírus, a Fundação Cultura Artística de Londrina mobilizou a Escola Municipal de Dança e a Escola Municipal de Teatro, além do Ballet de Londrina, para um programa de atividades virtuais que servissem não só para manter a rotina de estudos dos alunos, como também para servir de prestação de serviço à comunidade. Assim surgiu o projeto “Quarentena com Arte!”, que tem o objetivo de oferecer informações e atrações culturais neste período. Até sexta-feira (17), uma série de atividades ao vivo ou gravadas estão na agenda e podem ser acessadas nas redes sociais pela tag #FuncartemCasa, ou ainda por meio dos perfis @funcartlondrina e @balletdelondrina. A Funcart é conveniada da Prefeitura Municipal de Londrina e suspendeu suas atividades presenciais pelo menos até o dia 20 de abril, acompanhando decretos municipais.

O Ballet de Londrina continua, pela terceira semana consecutiva, um programa com exercícios físicos diários, orientados pela fisioterapeuta Thaisa Morais e ministrados pelos bailarinos da companhia, com o objetivo de garantir saúde e bem-estar às pessoas durante o confinamento. Eles trabalham alongamento, relaxamento, fortalecimento – sempre ligados à dança – e, na quinta-feira, incluem práticas de fit dance. A agenda de lives com os bailarinos é a seguinte: terça-feira (14), às 10 e às 17h30, Wesley Silva (@iwelslife); quarta-feira (15), às 10 horas, Ariela Pauli (@arielapauli); quinta-feira (16), às 10 horas, Lucas Gabriel (@olucaspalhaco) - fit dance, e sexta-feira (17), às 10 horas, Lucas Manfré (@lucas_manfre).

Pela Escola Municipal de Teatro, os módulos são voltados para a preparação do ator, com foco na voz (técnica vocal) e no corpo (alongamento), reflexões teóricas e formação técnica.  Na terça (14), às 16 horas, Carol Ribeiro (@c.rib) traz uma palestra ao vivo sobre um tema muito atual: “Teatro brasileiro no início do século XX e a pandemia gripe espanhola: algumas relações”. No mesmo dia, será disponibilizado do canal do Youtube da Fundação (chamado “Imprensa Funcart”) o primeiro vídeo gravado por Ricardo Grings, responsável técnico da Funcart, com um curso de “Introdução à iluminação cênica”. Na quarta (15), às 16 horas, o professor de interpretação Zé Henrique (@josehnrq) ministra ao vivo aula de alongamento e preparação para a cena. As atividades são supervisionadas por Silvio Ribeiro, coordenador da EMT.

A Escola Municipal de Dança oferece aos seus alunos, mas também àqueles que já têm alguma experiência em balé ou estudam em outras instituições, aulas públicas de clássico ministradas pelo professor Marciano Boletti (@marcianoboletti). Elas acontecem, para o nível avançado, às segundas, quartas e sextas, às 14 horas. Para o nível intermediário, são às terças e quintas, às 19 horas. Esta semana, o professor Claudio de Souza (@claudiodsouza) também entrará ao vivo na terça e quinta, às 14 horas, para ministrar aulas de balé iniciante. Outra atração da Escola que tem encantado muita gente é o vídeo do espetáculo “O Quebra Nozes”, que foi temporariamente liberado (em duas versões) pelos links https://youtu.be/6zs6VIBf7Y8 e https://youtu.be/qUqoJuPj19c. A montagem estreou no ano de 2019, levando para o palco do Teatro Ouro Verde mais de 300 bailarinos londrinenses. Por fim, a EMD também disponibiliza aos fins de semana, nas páginas da Funcart, posts teóricos com textos sobre técnicas e dicas de balé clássico. Os materiais são elaborados por Leonardo Ramos, diretor do Ballet de Londrina, com colaboração de Luciana Lupi, coordenadora da Escola.

Renato Forin Jr./Asimp

Lives com bailarinos do Ballet de Londrina (Foto de Divulgação)

Professor Claudio de Souza ministra balé on-line para iniciantes (foto de Fábio Alcover)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios