Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Neste ano a Prefeitura investiu cerca de R$ 3.500.000,00 no PROMIC, além dos recursos disponibilizados para o atendimento das atividades diretas da Secretaria de Cultura

A secretária municipal de Cultura, Solange Batigliana, analisou o trabalho da área em 2014 e afirmou ter sido um ano que deixou um saldo bastante positivo, com 470 mil atendimentos feitos. A Secretaria é dividida em quatro diretorias: Ação Cultural, Bibliotecas, Incentivo à Cultura e Patrimônio Artístico e Histórico-Cultural.  Por meio delas, é realizada a política cultural do Município. Neste ano, só pelo Programa Municipal de Incentivo à Cultura, a Prefeitura investiu mais de R$ 3.500.000,00 em ações que beneficiaram 219.355 pessoas.

A Secretaria, por meio do Promic, realizou 86 projetos em diferentes áreas, com ações que marcaram as comemorações dos 80 anos de Londrina. “Tivemos muitos eventos, efetuamos parcerias e conseguimos que o aniversário da cidade fosse festejado como a cidade merece. Não buscamos grandes festas ou grandes eventos, mas mostrar o que Londrina realiza com os proponentes culturais e instituições da cidade. Assim, foi a comemoração feita para diferentes áreas, diferentes locais, e diferentes públicos”, destacou.

Dentro da perspectiva de valorização da formação, não só de público, mas também de possíveis artistas, foram oferecidas 4.634 vagas em oficinas culturais, sendo 2.128 em escolas municipais. “Precisamos pensar a cultura dentro de uma perspectiva de transversalidade, ou seja, quando trabalhamos a formação em escolas, estamos investindo no futuro e atuando junto com outras políticas públicas. E isso ocorre também com a política de Assistência, do Idoso e da Saúde, já que parte do público beneficiado é também público de programas destas políticas”, explicou a secretária.

A cidade contou neste ano com 11 grandes eventos, entre festivais, mostras e encontros. São eles: FILO, Festival de Música de Londrina, Festival de Dança, ECOH Encontro de Contadores de Histórias, Londrix – Festival Literário de Londrina, XIV Encontro Nacional de Rede Brasileira de Teatro de Rua – RBTR, Londrina HIP HOPÉ Vermelho Festival, Festival Kinoarte de Cinema, Festival do Nariz Vermelho, Mostra de Música de Câmara e Série Palcos Musicais.

Na busca pela valorização de diferentes espaços culturais da cidade, a Secretaria apoiou as apresentações artísticas Pisada da Jurema,  Paixão de Cristo, Plantão Sorriso, Movimento dos Artistas de Rua de Londrina (MARL), entre outros.

Solange destacou o trabalho feito nas Vilas Culturais da cidade que fazem um trabalho de abrangência tanto das manifestações artísticas quanto com relação à diversificação do público. Neste ano 8 vilas culturais receberam patrocínio dos espaços, são elas: AlmA Brasil, Kinoarte, Grafatório, Usina Cultural, Cemitério de Automóveis, Centro de Comunicação e Cultura da Região Sul, Triolé Cultural, Gibiteca. “Elas permanecem atuando em 2015, já que foram aprovadas novamente nos editais de incentivo à cultura”, relatou.

Espaços municipais

O Município conta hoje com cinco bibliotecas vinculadas à Secretaria Municipal de Cultura, Biblioteca Professor Pedro Viriato Parigot de Souza (Biblioteca Pública), Biblioteca Infantil, Biblioteca Ramal Vila Nova, Biblioteca Francisca Campinha Garcia Cid (Museu de Arte), Biblioteca Lupércio Luppi (Centro Cultural da Região Norte).  A secretária contou que só entre a Biblioteca Pública, Infantil e Vila Nova, foram atendidas 102.848 pessoas.

De acordo com Solange, com as novas tecnologias as bibliotecas estão mudando o perfil e tornando-se, cada vez mais, polos disseminadores de cultura, atuando como centros culturais. Prova disso, são as exposições e oficinas cada vez mais presentes nos espaços. Em três bibliotecas foram realizadas 37 eventos, entre oficinas e exposições. “Promovemos visitas mediadas em todos as nossa bibliotecas, dessa forma incentivamos estudantes a frequentarem os locais, se interessarem pela leitura e também pelos trabalhos expostos. O mesmo ocorre quando as pessoas participam de oficinas, elas vão com um objetivo e acabam de interessando por outras serviços ofertados no equipamento cultural.”

Um espaço que está se fortalecendo cada vez mais, é o Centro Cultural da Região Norte, que realizou 89.166 atendimentos. No local foram feitas contação de histórias, visitas mediadas, oficinas, palestras, apresentações culturais, exposições, entre outras atividades. O Centro cede espaço para a Associação Londrinense de Circo e Associação Cristã de Mulheres In Casa de Talentos. “O objetivo é implementar novas parcerias, para que a população tenha mais atividades no local. Fortalecer os laços com a comunidade é muito importante e isso ocorre quando a população encontra opções diversificadas de atividades”, defendeu Solange.

O Museu de Arte de Londrina atendeu 14.285 pessoas, por meio de diferentes ações como exposições de artes visuais, visitas mediadas realizadas com prévio agendamento, oficinas, palestras, apresentações, Semana Nacional de Museus, Primavera dos Museus, Dia da Sergipe, Exposição e intercâmbio de trabalhos com a cidade irmã de Nishinomiya, Programa Educacional do Museu de Arte de Londrina.  Já o Teatro Zaqueu de Melo registrou um público de 13.059 nas atividades culturais que sediou.

Para a secretária uma conquista na área da cultura, foi a implantação do Centro Unificado de Esporte e Cultura, onde funciona uma biblioteca que já atendeu 388 pessoas  em  3 meses. O Centro fica na rua Ângelo Gaiotto, s/nº, no Santa Rita. O local foi viabilizado com recursos do governo federal e do município. ”Ainda estamos em fase de estruturação, a biblioteca já está em funcionamento em conjunto com as outras estruturas (CRAS e Quadra Coberta). Nossa meta é que o local seja fortalecido com a participação da comunidade”, disse Solange.

Parcerias

A Secretaria Municipal de Cultura teve como parceiros neste ano a Universidade Estadual de Londrina, por meio dos cursos de Biblioteconomia, Arquivologia, Letras, Pedagogia, Artes Cênicas, Jornalismo, Arquitetura, História, Geografia e Museu Histórico Padre Carlos Weiss; Biblioteca Nacional/SNBP; Ministério das Comunicações/Projeto Telecentro; Biblioteca Pública do Paraná; CRB 09 - Conselho Regional de Biblioteconomia; Sindicato dos Bibliotecários do Paraná; Folha de Londrina/Projeto Folha cidadania; Festival de Cinema de Curitiba; Projetos Culturais; Clube Filatélico de Londrina; Foto Clube de Londrina, além de secretarias municipais.

Patrimônio Histórico-Cultural

Na área de patrimônio cultural a Secretaria atuou no restauro do Presépio da Alfaiataria Dutra; publicação de livro sobre o médico e artista plástico Luis Carlos Jeolás; apoio à cobertura do material expositivo externo do Museu Histórico Padre Carlos Weiss, restauro dos vagões e das locomotivas; patrocínio da exposição "Acervos familiares contam a história dos 80 anos de Londrina" composta de fotos de famílias e pessoas que fizeram a história de Londrina e as comemorações aos 30 anos da Biblioteca Infantil.

O setor foi responsável pela análise de 35 processos de solicitação de alvará de demolição em áreas de interesse cultural (Lei de Preservação).  Fez o acompanhamento de obras e serviços em imóveis históricos: reconstrução do Teatro Ouro Verde (tombado pelo Patrimônio Histórico Estadual, por solicitação da Coordenadoria de Patrimônio Cultural da Secretaria de Estado da Cultura), requalificação do Antigo Cadeião e revitalização da Praça Dr. Jonas de Faria Castro.

A diretoria também fez a regulamentação da Lei de Preservação Cultural e a constituição do Conselho Municipal de Preservação (COMPAC) com representantes de 15 órgãos/entidades membros. Participou do Projeto Educação Patrimonial e obtenção do prêmio “Nossa Gente” do Jornal de Londrina e do Painel Comunitário do Shopping Boulevard, representando a Secretaria Municipal de Cultura. Também participou no Grupo de Trabalho em Turismo Criativo “Café com Quê?”, coordenado pelo Sebrae com diversas entidades e no  grupo de trabalho do Projeto “Nova Sergipe”.

Obras

Neste ano foi feita a execução e entrega da 1ª fase do Teatro Municipal de Londrina, com recursos de R$ 8.400.000,00, provenientes do Ministério da Cultura e Prefeitura de Londrina. Também foi aberto o processo de licitação da Biblioteca da Região Sul, com recursos de cerca de R$ 600.000,00, a abertura dos envelopes está prevista para de 2015.

Também foi assinado o contrato para restauro da Antiga Casa da Criança (sede da Secretaria da Cultura), com recursos próprios de R$ 1.180.000,00. O contrato para o restauro do prédio foi assinado em outubro de 2014 com a NS Engenharia. Para o Museu de Arte de Londrina, foi aberto o processo de licitação para as obras de proteção e acessibilidade no prédio do Museu de Arte, no valor de R$ 20.000,00.

Convênio

Durante o ano, o Município repassou recursos na ordem de R$ 890.485,56  para manutenção da atividades das escolas municipais de Dança e de Teatro e do Ballet de Londrina, na Fundação Cultura Artística de Londrina ( Funcart).  Foram feitos aproximadamente 5.060 atendimentos e ofertadas 460 vagas para os cursos de dança e teatro.

Desenvolvimento de projetos

Entre os projetos desenvolvidos pela Secretaria, um deles inclui a continuidade da informatização dos serviços e acervos  bibliográficos - Sistema Sophia. Outro é o Projeto Zaqueu de Melo (Fundo Nacional de Cultura) – destinado a obras de Modernização e acessibilidade no Teatro Zaqueu de Melo, o convênio foi firmado no valor de R$ 625.000,00  (R$ 500.000,00 (MinC) e R$ 125.000,00 (PML).  Teve também o  Projeto Teatro Municipal de Londrina 2ª fase -   (Emenda federal) –destinado a 2ª fase de construção do espaço, proposta em análise no SICONV (R$ 10.000.000,00) (recursos próprios e MinC) e implementação do PROMFAC – Programa de Formação na área da Cultura.

2015

Para o próximo ano, a secretária acredita que o trabalho conjunto do poder público e da sociedade civil formam a trilha condutora para bons resultados.  Ela afirmou ainda que tornar a política pública de cultura visível e presente no cotidiano é um dos grandes desafios. “Nossa cidade, cidade dos festivais, dos artistas, da vanguarda, da memória, das pessoas, merece nosso esforço e determinação no alcance deste objetivo.”

NC/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios