Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A programação consistente do 16º Festival Literário de Londrina poderá ser acompanhada via on-line, em função da Covid-19

Celebrado escritor brasileiro, o paulista Ale Santos fará a conferência inicial do Festival Literário de Londrina - Londrix, cuja programação começa nesta segunda (8) e prossegue até dia 22 de março. A edição 2021 do Londrix terá como tema “Literatura e Educação”.

Santos vai falar sobre “Páginas brancas, apagamentos negros: vozes e silêncios na literatura brasileira”, em que abordará os processos de invisibilidades literárias da população negra, além de relatar sua trajetória como autor no mercado editorial brasileiro. A partir das 19 horas, via on-line.

“Por conta da Covid-19, tivemos infelizmente que nos distanciar, nos abster do contato presencial com o público. Nesta edição, as palestras e debates serão realizados virtualmente tendo, como sempre, importantes convidados”, afirma Chris Vianna, diretora e idealizadora do Londrix.

Ou seja, em função da pandemia do Coronavírus, a interação entre o público e os convidados do Festival Literário será on-line. Mesas redondas, palestras e debates poderão ser acessados através dos canais oficiais do Festival Literário. Acesso gratuito.

São eles: https://www.youtube.com/channel/UCbLSrPLS2VOpbJERlhTGytQ e  https://www.facebook.com/festivalliterario.londrix.

Além da diretora Chris Vianna, abertura oficial do 16º Festival Literário de Londrina, na segunda (8), às 18h30, contará com a participação do secretário municipal de Cultura, Bernardo Pellegrini.

Diz Pellegrini: “Embora não tenhamos ainda o fundamental, a presença do público, a comunidade cultural e os coletivos estão se familiarizando com os eventos on-line, o que permite também um alcance maior. Em breve, retomaremos nosso ofício [com a presença da plateia]”.

A programação do primeiro dia do Londrix 2021, data em que se reverencia o Dia Internacional da Mulher, contempla a exibição do documentário inédito “Como cheguei até aqui”.

Curta-metragem dirigido por Celina Becker. O filme é baseado na peça homônima, escrita por Marina Stuchi, e mostra bastidores, inspirações e depoimentos relacionados ao tema violência contra mulher. As atividades acontecem a partir das 20 horas.

Com realização da Atrito Arte Artistas e Produtores Associados (AARPA), o 16º Londrix tem patrocínio da Prefeitura Municipal de Londrina, via Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), da Secretaria Municipal de Cultura.

O evento tem parceria com a Universidade Estadual de Londrina, Museu Histórico de Londrina, Atrito Arte Editora e Reverbera: Educação como Caminho para o Desenvolvimento Sustentável. Apoio Cultural: Cultural Londrina - Inglês e Espanhol.

Literatura e Educação

O tema “Literatura e Educação” será o norte das mesas redondas, palestras, conferências e debates, que integram a programação do 16º Festival Literário de Londrina. Veio à tona após a curadoria analisar a enriquecedora participação de educadores e alunos, no Londrix 2019.

O que até então era evidente, embora tratada discretamente, a relação ampla entre Literatura e Educação ganhou evidência no Londrix 2021. Uma das propostas: que o texto literário emancipe o leitor e, com isso, e o prepare para o debate sobre conflitos e situações diversas do cotidiano. Da vida.

Que a relação entre Literatura e Educação, através de pensamento crítico, ultrapasse os muros e portões escolares. “A literatura exerce o poder de revelação e percepção. É nela que se atinge uma liberação do saber da vida. A literatura constrói espaços diversos dos que predominam nos discursos dominantes”, analisa Chris Vianna, diretora do festival.

Alguns destaques

A programação do Londrix 2021 terá a participação de nomes expressivos da literatura local e nacional. E também internacional, no caso a escritora e jornalista espanhola Nuria Barrios. O tema da conferência: “Conexão Madri-Londrina: diálogos entre literatura e filosofia”. No dia 19, às 19 horas.

Outros destaques do festival: o brasileiro Julián Fuks (terça, dia 10, às 19 horas) que irá discorrer “Aprendizados sobre estética e política”; Jussara Salazar (dia 17, às 19 horas) abordando “Feminicídio: a sombra, o canto e a luz”.

Uma das participantes mais aguardadas é a historiadora e antropóloga, Lilia Schwarcz. Reconhecida como expoente no circuito intelectual brasileiro, ela irá expor “Lima Barreto: o reconhecimento póstumo de um autor subjugado”. Dia 22 de março, às 19 horas.

Realização: Atrito Arte Artistas e Produtores Associados (AARPA), com patrocínio da Prefeitura Municipal de Londrina, via Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), da Secretaria Municipal de Cultura. O evento tem parceria com a Universidade Estadual de Londrina, Museu Histórico de Londrina, Atrito Arte Editora e Reverbera: Educação como Caminho para o Desenvolvimento Sustentável. Apoio Cultural: Cultural Londrina - Inglês e Espanhol.

Em função da pandemia do Coronavírus, a programação do evento será disponibilizada através dos seguintes links:: https://www.youtube.com/channel/UCbLSrPLS2VOpbJERlhTGytQ e  https://www.facebook.com/festivalliterario.londrix

Antônio Mariano Júnior/Assim

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios