Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A programação consistente do 16º Festival Literário de Londrina poderá ser acompanhada via on-line, em função da Covid-19

Celebrado escritor brasileiro, o paulista Ale Santos fará a conferência inicial do Festival Literário de Londrina - Londrix, cuja programação começa nesta segunda (8) e prossegue até dia 22 de março. A edição 2021 do Londrix terá como tema “Literatura e Educação”.

Santos vai falar sobre “Páginas brancas, apagamentos negros: vozes e silêncios na literatura brasileira”, em que abordará os processos de invisibilidades literárias da população negra, além de relatar sua trajetória como autor no mercado editorial brasileiro. A partir das 19 horas, via on-line.

“Por conta da Covid-19, tivemos infelizmente que nos distanciar, nos abster do contato presencial com o público. Nesta edição, as palestras e debates serão realizados virtualmente tendo, como sempre, importantes convidados”, afirma Chris Vianna, diretora e idealizadora do Londrix.

Ou seja, em função da pandemia do Coronavírus, a interação entre o público e os convidados do Festival Literário será on-line. Mesas redondas, palestras e debates poderão ser acessados através dos canais oficiais do Festival Literário. Acesso gratuito.

São eles: https://www.youtube.com/channel/UCbLSrPLS2VOpbJERlhTGytQ e  https://www.facebook.com/festivalliterario.londrix.

Além da diretora Chris Vianna, abertura oficial do 16º Festival Literário de Londrina, na segunda (8), às 18h30, contará com a participação do secretário municipal de Cultura, Bernardo Pellegrini.

Diz Pellegrini: “Embora não tenhamos ainda o fundamental, a presença do público, a comunidade cultural e os coletivos estão se familiarizando com os eventos on-line, o que permite também um alcance maior. Em breve, retomaremos nosso ofício [com a presença da plateia]”.

A programação do primeiro dia do Londrix 2021, data em que se reverencia o Dia Internacional da Mulher, contempla a exibição do documentário inédito “Como cheguei até aqui”.

Curta-metragem dirigido por Celina Becker. O filme é baseado na peça homônima, escrita por Marina Stuchi, e mostra bastidores, inspirações e depoimentos relacionados ao tema violência contra mulher. As atividades acontecem a partir das 20 horas.

Com realização da Atrito Arte Artistas e Produtores Associados (AARPA), o 16º Londrix tem patrocínio da Prefeitura Municipal de Londrina, via Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), da Secretaria Municipal de Cultura.

O evento tem parceria com a Universidade Estadual de Londrina, Museu Histórico de Londrina, Atrito Arte Editora e Reverbera: Educação como Caminho para o Desenvolvimento Sustentável. Apoio Cultural: Cultural Londrina - Inglês e Espanhol.

Literatura e Educação

O tema “Literatura e Educação” será o norte das mesas redondas, palestras, conferências e debates, que integram a programação do 16º Festival Literário de Londrina. Veio à tona após a curadoria analisar a enriquecedora participação de educadores e alunos, no Londrix 2019.

O que até então era evidente, embora tratada discretamente, a relação ampla entre Literatura e Educação ganhou evidência no Londrix 2021. Uma das propostas: que o texto literário emancipe o leitor e, com isso, e o prepare para o debate sobre conflitos e situações diversas do cotidiano. Da vida.

Que a relação entre Literatura e Educação, através de pensamento crítico, ultrapasse os muros e portões escolares. “A literatura exerce o poder de revelação e percepção. É nela que se atinge uma liberação do saber da vida. A literatura constrói espaços diversos dos que predominam nos discursos dominantes”, analisa Chris Vianna, diretora do festival.

Alguns destaques

A programação do Londrix 2021 terá a participação de nomes expressivos da literatura local e nacional. E também internacional, no caso a escritora e jornalista espanhola Nuria Barrios. O tema da conferência: “Conexão Madri-Londrina: diálogos entre literatura e filosofia”. No dia 19, às 19 horas.

Outros destaques do festival: o brasileiro Julián Fuks (terça, dia 10, às 19 horas) que irá discorrer “Aprendizados sobre estética e política”; Jussara Salazar (dia 17, às 19 horas) abordando “Feminicídio: a sombra, o canto e a luz”.

Uma das participantes mais aguardadas é a historiadora e antropóloga, Lilia Schwarcz. Reconhecida como expoente no circuito intelectual brasileiro, ela irá expor “Lima Barreto: o reconhecimento póstumo de um autor subjugado”. Dia 22 de março, às 19 horas.

Realização: Atrito Arte Artistas e Produtores Associados (AARPA), com patrocínio da Prefeitura Municipal de Londrina, via Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), da Secretaria Municipal de Cultura. O evento tem parceria com a Universidade Estadual de Londrina, Museu Histórico de Londrina, Atrito Arte Editora e Reverbera: Educação como Caminho para o Desenvolvimento Sustentável. Apoio Cultural: Cultural Londrina - Inglês e Espanhol.

Em função da pandemia do Coronavírus, a programação do evento será disponibilizada através dos seguintes links:: https://www.youtube.com/channel/UCbLSrPLS2VOpbJERlhTGytQ e  https://www.facebook.com/festivalliterario.londrix

Antônio Mariano Júnior/Assim

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.