Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O espetáculo "Exposta" traz canções selecionadas a partir dos estudos da artista sobre a voz; a iniciativa é patrocinada pelo Promic

Primeiro musical da artista Luana Gomyde, o espetáculo Exposta será atração em Londrina neste domingo (28), às 17h, no Sesc Cadeião (rua Sergipe, 52). A apresentação contempla canções de samba e MPB, sendo que as músicas escolhidas para compor o repertório vieram a partir de estudos sobre a voz realizados pela própria artista. A produção do espetáculo contou com patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), tendo o projeto estreado virtualmente em 2021.

Os ingressos estão à venda no Sesc Cadeião, com o valor da entrada a R$ 10,00; meia entrada R$ 5,00; e R$ 2,00 para os trabalhadores do comércio. Devido às restrições por conta da pandemia o número de ingressos são limitados. A organização mantém todas as medidas de segurança e prevenção, e o uso de máscara é obrigatório para o público.

Luana Gomyde é de Bauru, no interior de São Paulo, e veio para Londrina há oito anos para cursar Música na Universidade Estadual de Londrina (UEL). Desde então, se apaixonou pela cidade, aqui ficou e hoje já se considera metade “pé vermelho”.

A artista relatou que o nome Exposta surgiu de sua timidez, já que decidiu finalmente se expor e realizar seu primeiro show solo. “Vou interpretar músicas escolhidas a partir do meu repertório de estudo. Eu estudo canto e técnica vocal desde adolescente, comecei fazendo aula de violão e depois fui para a área do canto, mas eu sempre fui muito tímida e perfeccionista, então demorei muito tempo pra ter a coragem de me assumir como cantora”, contou a artista.

O espetáculo Exposta conta com músicas de grandes sucessos como “Ave maria no morro” de Herivelto Martins, “Poesia” de Teresa Cristina, “Lata d’água” de Luis Antônio e Jota Jr., “Comigo” de Romulo Fróes e Alberto Tassinari, “Armadilhas de um romance” de Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro, “Olhos nos olhos” de Chico Buarque, “Uirapuru” de Waldemar Henrique, “Disseram que eu voltei americanizada”, versão Carmen Miranda, dos compositores Luiz Peixoto e Vicente Paiva, entre outras.

Luana destacou a sorte de ter ao seu lado, no palco, excelentes músicos, sendo eles Ramon 7 Cordas no violão, Guilherme Villela no bandolim e Lucas Dias na percussão.

Marcelo Cordero/NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.