Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Obra valiosa para a cidade, por ser referência arquitetônica e abrigo da arte, o antigo prédio da rodoviária finalmente está sendo recuperado

Para os amantes da arte, da arquitetura e da nostalgia, o Museu de Arte de Londrina começa a ser readequado. O prefeito Marcelo Belinati assinou na segunda-feira (24) a ordem de serviço para o início das obras e entregou oficialmente as chaves do espaço para os responsáveis da Universo Empreendimentos, empresa vencedora da licitação.  As obras tem a previsão de durarem 5 meses com um custo de cerca de R$ 1,250 milhão.

O Museu de Arte de Londrina é um espaço de arte e de memória. O prédio que abriga o Museu é um dos mais valiosos bens e símbolos culturais da cidade e representa um marco da arquitetura modernista no Paraná. O prédio foi construído para ser a Estação Rodoviária e os responsáveis pelo projeto arquitetônico foram os consagrados arquitetos João Batista Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi. Ele é bem tombado pelo Patrimônio Estadual desde 1974.

Londrina possui um importante acervo de obras projetadas por Vilanova Artigas e Carlos Cascaldi. Foram construídos 7 projetos do período entre 1948 e 1955: Cine Ouro Verde, Edifício Autolon, Rodoviária (atual Museu de Arte), Casa da Criança, vestiários Londrina Country Club e casa Dr. Milton Menezes. Destes, dois são de propriedade da Prefeitura Municipal de Londrina: a Antiga Rodoviária e a Antiga Casa da Criança, ambos utilizados como equipamentos culturais.

A partir da implementação pela Secretaria Municipal de Cultura de uma política pública para a área de Patrimônio Cultural, com a elaboração de um Plano Diretor de Preservação, foram definidas várias diretrizes patrimoniais. Entre estas a realização de inventário de bens culturais, a elaboração de Lei de Preservação, a realização de projetos de educação patrimonial e o restauro de edificações emblemáticas.

Nesta perspectiva, em 2010, foi realizada a contratação de um projeto específico para o restauro do Museu de Arte (Antiga Rodoviária). Este projeto, elaborado pela ArquiBrasil Arquitetura e Restauração, de Curitiba – Pr, começa a ser executado com recursos próprios do Município. As obras previstas para o edifício são relativas a impermeabilização da cobertura, troca do piso das plataformas sob os arcos, reparo nas esquadrias, troca de vidros e instalação de equipamentos de segurança e acessibilidade.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios