Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Uma passada pela história do tango contada pelo pesquisador musical José Luís Baldy, com músicas interprestadas por Osvaldo René

O Festival Internacional de Música de Londrina (FIML) realiza nesta quarta-feira, 30 de maio, mais uma edição das QUARTAS MUSICAIS: LONDRINA EM CENA, um Projeto em parceria com o Sistema Fiep através do Centro Cultural Sesi/AML.

O Tango de Carlos Gardel será a atração da noite, em uma apresentação lítero-musical. O médico infectologista e pesquisador musical José Luís da Silveira Baldy bate um papo com o público sobre as letras e o momento da composição dos tangos, que serão interpretados pelo cantor e violonista Osvaldo René.

A Quarta Musical começa às 19h30 e será no Centro Cultural SESI/AML (Rua Maestro Egídio Camargo do Amaral, 130 – em frente à Concha Acústica), com entrada gratuita – o público deverá retirar os ingressos no local com uma hora de antecedência.

O show será uma homenagem a Carlos Gardel, considerado o “pai do tango” e também a Mário Ulises Labella, radialista, falecido em 2015, parceiro de Baldy no livro “Cem Letras de Tangos, Canções, Valsas e Milongas gravados por Carlos Gardel traduzidas para a Língua Portuguesa”, livro este lançado em 2017 que será a inspiração para show lítero-musical.

Osvaldo René interpretará 14 músicas de Gardel, como “Mano a Mano”, “Por Una Cabeza” e “Amores de Estudiante”, seguindo uma sequência histórica de três momentos, que começa no início da década de 20, entremeadas pelos comentários de Baldy.

“Vamos mostrar as características do Tango de Gardel. O Lunfardo, que são palavras e expressões (gírias) da linguagem da população que morava na periferia de Buenos Aires e Montevideo, formada por imigrantes italianos e espanhóis, que estão na música rio-platense”, diz Baldy.

Andrea Monclar/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios