Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Organizado por José Antonio Pedriali, livro reúne textos sobre o líder da expedição que levou ao surgimento de Londrina

Será lançado, nesta sexta-feira (21), o livro “George, o guardião da história”, que reúne artigos e reportagens sobre George Craig Smith. Organizado pelo escritor e jornalista José Antonio Pedriali, o livro apresenta a trajetória de Smith, especialmente no período em que, como agenciador da Companhia de Terras Norte do Paraná (CPTN), participou ativamente do processo de colonização da região, que resultou no surgimento da cidade de Londrina.

Smith era paulista, filho de ingleses e engenheiro. O grupo de funcionários que liderava, pela Companhia de Terras, chegou ao Patrimônio Três Bocas, na época pertencente a Jataizinho, em 21 de agosto de 1929. Ali, seria fundada a cidade de Londrina. Em homenagem, o dia 21 de agosto foi instituído o Dia do Pioneiro, data escolhida para o lançamento da coletânea.

A apresentação da obra irá ocorrer às 17 horas, no Marco Zero, sem acesso para o público em cumprimento às regras de distanciamento social, por conta da pandemia do novo coronavírus. O local abrigou, há 91 anos, o acampamento da comitiva pioneira.

Para elaboração do livro, o autor reuniu documentos ao longo de quatro décadas, a partir do primeiro encontro com Smith, ocorrido em 1981. Na ocasião, Smith apresentou as cartas que havia doado ao Museu Histórico Padre Carlos Weiss, e que registravam o surgimento e evolução de Londrina nos primeiros anos de sua existência.

A obra apresenta a trajetória do protagonista, nascido em 1909, desde sua infância. Após atuar na Companhia de Terras, voltou a São Paulo, onde trabalhou como representante comercial. Também foi missionário, desenvolvendo trabalho religioso no Tocantins, e só retornou a Londrina 40 anos depois. George Craig Smith recebeu cidadania honorária de Londrina e do Paraná, além do título de Sir, considerada a maior honraria da realeza britânica. Faleceu em Londrina, no ano de 1992.

No decorrer das 198 páginas, estão artigos e reportagens de Alberto João Zortéa, Antônio Mariano Júnior, Domingos Pellegrini, Elias Karam, Erwin Fröhlich, Eugênio Victor Larionoff, George Craig Smith, João Arruda, José Antonio Pedriali, Jorge Cernev, Michely Massa, Raquel de Carvalho e Widson Schwartz. Há ainda reportagens não assinadas de várias publicações, entre elas “A Pioneira”, que circulou na década de 1940, e do jornal “Folha de Londrina”.

Editado pela Atrito Arte e produzido por Izabelly Norder, o livro conta com patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal Incentivo à Cultura (PROMIC). Os exemplares estão à venda, no valor de R$25, na Banca Rodeio, Sebo Capricho e Editora Atrito Arte, no e-mail atritoart@gmail.com.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios