Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Professores, educadores, estudantes da Rede Municipal de Ensino de Londrina e coordenadores de projetos educacionais vão ter a oportunidade de assistir a um concerto musical gratuito, nesta quarta-feira (16), no Teatro Ouro Verde, e ouvir obras de músicos consagrados como Vivaldi, Mozart, Strauss, Guerra - Peixe, Rogério Krieger, Zequinha de Abreu e Andersen Vianna. Além disso, o público poderá interagir com os músicos e conhecer os instrumentos.

A iniciativa faz parte do Projeto Concertos Didáticos, criado pela Orquestra de Câmara Solistas de Londrina, e teve início em setembro. Pela manhã, às 10h30, o concerto será para aproximadamente 340 crianças para os alunos da Escola Municipal Arthur Thomas e da Creche Municipal Valéria Veronesi. A apresentação contará com a participação do violinista Marcos Vinicius Souza Santana, de 14 anos, no concerto de Vivaldi.

À noite, a partir das 20h o concerto será em comemoração ao dia do Professor para as equipes pedagógicas das escolas municipais, também aberto para o público em geral.

Esses eventos encerram o circuito de concertos didáticos realizados nos últimos dois meses, que levou música de qualidade para os estudantes de doze escolas municipais de Londrina, interagindo com aproximadamente três mil pessoas. O projeto é coordenado por Irina Ratcheva e Maria Eduarda Gomes de Oliveira e conta com o patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC) e apoio da Secretaria Municipal de Educação, Rádio Uel FM, Unimed Londrina e Folha de Londrina.

Solistas de Londrina

Fundada por músicos profissionais, muitos deles vencedores de prêmios nacionais e internacionais, a Orquestra Solistas de Londrina  tem realizado inúmeras apresentações com grande retorno do público londrinense e conquistando um lugar privilegiado entre as orquestras brasileiras. O conjunto tem a direção musical e artística de Evgueni Ratchev e, em sua trajetória, tem trabalhado para realizar seus principais objetivos: executar música de qualidade, participar do movimento de descentralização do acesso à cultura e formar novos públicos.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.