Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Professores, educadores, estudantes da Rede Municipal de Ensino de Londrina e coordenadores de projetos educacionais vão ter a oportunidade de assistir a um concerto musical gratuito, nesta quarta-feira (16), no Teatro Ouro Verde, e ouvir obras de músicos consagrados como Vivaldi, Mozart, Strauss, Guerra - Peixe, Rogério Krieger, Zequinha de Abreu e Andersen Vianna. Além disso, o público poderá interagir com os músicos e conhecer os instrumentos.

A iniciativa faz parte do Projeto Concertos Didáticos, criado pela Orquestra de Câmara Solistas de Londrina, e teve início em setembro. Pela manhã, às 10h30, o concerto será para aproximadamente 340 crianças para os alunos da Escola Municipal Arthur Thomas e da Creche Municipal Valéria Veronesi. A apresentação contará com a participação do violinista Marcos Vinicius Souza Santana, de 14 anos, no concerto de Vivaldi.

À noite, a partir das 20h o concerto será em comemoração ao dia do Professor para as equipes pedagógicas das escolas municipais, também aberto para o público em geral.

Esses eventos encerram o circuito de concertos didáticos realizados nos últimos dois meses, que levou música de qualidade para os estudantes de doze escolas municipais de Londrina, interagindo com aproximadamente três mil pessoas. O projeto é coordenado por Irina Ratcheva e Maria Eduarda Gomes de Oliveira e conta com o patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC) e apoio da Secretaria Municipal de Educação, Rádio Uel FM, Unimed Londrina e Folha de Londrina.

Solistas de Londrina

Fundada por músicos profissionais, muitos deles vencedores de prêmios nacionais e internacionais, a Orquestra Solistas de Londrina  tem realizado inúmeras apresentações com grande retorno do público londrinense e conquistando um lugar privilegiado entre as orquestras brasileiras. O conjunto tem a direção musical e artística de Evgueni Ratchev e, em sua trajetória, tem trabalhado para realizar seus principais objetivos: executar música de qualidade, participar do movimento de descentralização do acesso à cultura e formar novos públicos.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios