Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Grupo Cadência Sincopada comemora o centenário do compositor com mais um show temático e palestras sobre a história do samba carioca

Desde o início de novembro, o grupo londrinense Cadência Sincopada vem realizando uma série de shows de tributo a Geraldo Pereira (1918-1955), compositor de “Falsa Baiana”, “Escurinho”, “Escurinha” e “Sem Compromisso” – sucessos na voz de intérpretes como Gal Costa, Chico Buarque e Roberta Sá. Mineiro radicado no Morro da Mangueira, no Rio de Janeiro, Geraldo faria 100 anos em 2018.

O projeto chega agora em uma nova etapa: além de um show no sábado (15), às 20 horas, na Vila Triolé Cultural (Rua Etienne Lenoir, 155), acontecem duas palestras sobre a história do samba carioca e o papel do compositor no gênero sincopado: na sexta (14), às 20 horas, na Alma Brasil (R. Argentina, 693), e no sábado (15), às 10 horas, no Triolé Cultural. Com duas horas de duração e assumindo a forma de aula-espetáculo, a atividade será conduzida pelos integrantes do Cadência Sincopada e por um convidado especial – o percussionista André Vercelino. Além da exposição teórica, todos executam trechos de canções para mostrar, na prática, como se dá a transformação do ritmo.

Percussionista profissional desde 1998, André Vercelino é londrinense e tornou-se músico na cidade, antes de radicar-se no Rio de Janeiro em 2005. Integrou o musical “Geraldo Pereira - Um Escurinho Brasileiro” no ano de 2003 a convite do arranjador, músico e professor da UNIRIO Josimar Carneiro. Trabalhou com grandes nomes da música brasileira como Teresa Cristina, Diogo Nogueira, Sebastião Tapajós, Pedro Miranda, Moyseis Marques, João Cavalcante, Joel Nascimento, Marcos Sacramento, Fabiana Cozza, Sururu na Roda, Carlinhos Vergueiro, Dea Trancoso, Samuca do Acordeon, Família Caymmi (Nana, Dori e Danilo Caymmi), Nei Lopes, Monarco, Leci Brandão, Pedro Luís, Jads Macalé, dentre outros.

O Cadência Sincopada  é formado por Silvia Borba (vocal), Lucas Fiuza (cavaco e bandolim), Ramon Maciel (violão), Lucas Dias (percussão) e Reinaldo Resquetti (trompete, flugel e trombone). O repertório do show que acontece no sábado inclui cerca de vinte canções de Geraldo Pereira entre desconhecidas do grande público e sucessos. Todas com arranjos inéditos assinados por Lucas Fiuza. O objetivo é tornar a obra do compositor mangueirense ainda mais conhecida por sua qualidade musical e poética, além de revelar a autoria de canções que se tornaram hits na voz de outros cantores. Os figurinos do show são de Alex Lima e a produção é de Davi di Pietro. Com o nome de “Geraldo Pereira – o Rei do Samba Sincopado”, o projeto tem patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do PROMIC – Programa Municipal de Incentivo à Cultura.

Renato Forin Jr./Asimp

Clique nas fotos para ampliar

André Vercelino - foto de Divulgação
Foto: Victor Pedrassoni/Divulgação
Foto: Victor Pedrassoni/Divulgação

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios