Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A música sempre foi o refúgio para tempos difíceis. Porém, por muitos meses o Coro da Sociedade Esportiva e Recreativa Prati-Donaduzzi (Serprati) ficou silenciado pela pandemia. Mas, agora volta a dar o tom de esperança com o retorno das atividades. Este ano a novidade é o Coro Serprati Infantil. O projeto conta com 45 crianças, filhos de colaboradores da indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi.

"A atividade do Coro Serprati é muito mais que uma atividade de cunho cultural. É um exercício de melhoria contínua psicológica, musical e de relacionamento interpessoal. Ter meu filho primogênito de 8 anos sendo parte do Coro Infantil é um orgulho imenso. É gratificante ao chegar em casa após o dia de trabalho ouvir: - mãe olha o que aprendemos hoje", explica Grasiela Oliveira.

A colaborada Rosimeire Bruski de Oliveira Martins, que há cinco anos participa do Coro adulto, e tem o projeto como uma segunda família, agora também enxerga seu sonho em seus filhos. “Para mim é um sonho realizado na vida dos meus filhos. Eles sempre me acompanham em ensaios em casa e apresentações, estão empolgados e felizes por poderem também participar de tudo isso, agora cantando eles contam os dias para chegar o dia e hora do ensaio, estamos repletos de alegria”.

Os ensaios acontecem de forma remota, são semanais e conduzidos por um maestro especialista em coro infantil, Anderson Luiz Back. Será feito um lançamento oficial do coro em outubro, em comemoração ao mês da criança. No final do ano o grupo também participará da tradicional Cantata Natalina da Serprati.

Maria Rita Pozzebon, presidente da Associação Serprati, revela que o projeto está alinhado à missão da farmacêutica, de prover saúde e bem-estar à população. “Música faz bem para todos. Leva encanto, cultura e descontração. É uma felicidade o projeto estar de volta, ainda mais agora se estendendo aos filhos dos colaboradores”.

Coro adulto

O coro adulto da Serprati é tradicional e há mais de dez anos encanta a comunidade. O maestro e educador musical, Gerson Daniel Giese valoriza o projeto de coral, por acontecer dentro de um segmento corporativo. “É muito importante em diversos aspectos sociais e culturais. A arte da música desperta sentimentos, contribui na formação intelectual e emocional dessas pessoas”, afirma o maestro.

Matheus Bock, que é coralista e trabalha na área de Controle de Qualidade da indústria, explica que o projeto lhe ajudou a ter mais entusiasmo para exercer suas atividades e auxiliou a fazer boas amizades. “É uma motivação a mais para trabalhar, e estar em contato com nossos amigos é sempre gratificante”.

Apoios

O compromisso da Prati-Donaduzzi com a sociedade brasileira é evidenciado em vários campos de atuação. Com mais de 27 anos no mercado farmacêutico, a empresa tem uma missão pautada no cuidado com as pessoas.

Além da promoção e manutenção da saúde, com a produção de 13 bilhões de doses terapêuticas por ano, bem como geração de empregos - mais de 4,7 mil postos de trabalho, o comprometimento da empresa é evidenciado no apoio a iniciativas por meio das Leis de Incentivo Fiscal. Ao todo são 14 projetos sociais, esportivos e culturais, sendo um deles o Coro Serprati.

Asimp/ Prati-Donaduzzi

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios