Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Atividades, desenvolvidas pelo Londrix e Cemitério de Automóveis, trabalham a expressão corporal e vocal, com estímulo da memória

O Festival Literário de Londrina (Londrix) inicia, nesta quarta-feira (26), mais uma edição do projeto Encantamentos Poéticos, nos Centros de Convivência da Pessoa Idosa (CCIs) Oeste e Leste. A ação, voltada para a comunidade com idade igual ou superior a 60 anos, utiliza a literatura para trabalhar a expressão corporal e vocal, além de estimular a memória. No CCI Oeste, as atividades serão às quartas-feiras, com início às 14 horas. E na região leste, às segundas-feiras, começando às 15 horas.

O CCI Oeste fica localizado na Rua Serra Pedra Selada, 111. E o CCI Leste, na Rua Gabriel Matokanovic, 260. As inscrições para o projeto podem ser feitas pessoalmente nos centros de convivência, ou pelos telefones 3375-0334 e 3375-0307, respectivamente.

O projeto é uma realização do Londrix em parceria com a Vila Cultural Cemitério de Automóveis. Ambos contam com patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic).

De acordo com a diretora do projeto Encantamentos Poéticos, Christine Vianna, os encontros semanais terão duas horas de duração. “Nas oficinas, serão trabalhadas formas diferenciadas para o idoso encantar em uma leitura, conversa, ou contação de histórias, e também desenvolvemos a questão da memória, que é muito importante nessa fase. Basicamente trabalhamos com a literatura, especialmente a poesia, com exercícios de corpo e voz, sensibilização e estímulo da memória”, explicou.

As atividades começam nesta quarta-feira (26) no CCI Oeste. “Essa é a segunda turma do projeto neste ano. Ao final dessa edição, no mês de dezembro, faremos apresentações com os participantes, mostrando como mudou e evoluiu cada postura vocal e corporal”, adiantou a diretora do projeto.

Christine citou ainda que as oficinas trabalham os autores das poesias, ou contos, contextualizando as obras e oportunizando o contato dos idosos com grandes autores. São feitas também algumas dinâmicas, sempre de forma lúdica e com o uso de materiais diversos. “Inclusive, desde o início do projeto, em 2011, já nos deparamos com pessoas que também são escritores, dentro dos grupos”, comentou.

Juliana Gonçalves/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios