Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Iniciativa produziu 10 vídeos artístico-pedagógicos que orientam sobre as diferentes etapas da produção teatral; materiais serão utilizados pelo Instituto União para a Vitória

Com o objetivo de estimular a curiosidade e interesse pela arte teatral nas crianças em situação de vulnerabilidade social, destrinchando várias etapas do “fazer teatral”, o Projeto Vivência Artística realizou a produção de 10 vídeos artístico-pedagógicos. A iniciativa recebe patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura de Londrina (Promic).

O material resultante da ação ficará disponível para os educadores do Instituto União para a Vitória, localizado no Jardim União da Vitória II, em Londrina. Atualmente, a entidade atende 300 crianças e adolescentes, de três a 17 anos, com atividades culturais, educativas e esportivas no contraturno.

A entrega oficial foi realizada em outubro, na instituição, por meio da disponibilização das gravações salvas em um dispositivo portátil de armazenamento, do tipo pendrive, e um link de acesso. Na ocasião, estiveram presentes a coordenadora pedagógica do Instituto, Nayara Nicolim, e a proponente do projeto, a produtora cultural Hylea Ferraz, sendo que Nicolim assinou o termo de recebimento. O Vivência Artística contou com a produção da Pá! Artística, coordenada por Álvaro Canholi.

Inicialmente, o projeto pretendia levar as crianças atendidas pela instituição para conhecer pessoalmente grandes teatros da cidade, como o Cine Teatro Ouro Verde e o Espaço Villa Rica, além de promover sua participação ativa nas etapas do desenvolvimento de uma peça teatral. Porém, devido aos desafios impostos pela pandemia, foi necessário reformular a iniciativa, e os realizadores optaram por elaborar uma série de vídeos com informações pertinentes sobre cada etapa necessária à construção da obra teatral.

O material audiovisual desenvolvido pelo projeto aborda a criação da dramaturgia, figurino, maquiagem, iluminação e os bastidores, com apresentação dos corredores, espaços e estrutura de um teatro londrinense. Inclui, também, orientações sobre a encenação final, mostrando os trabalhos da esquete “O Ovo”, com a atriz Laís Marques da Silva. Além disso, os vídeos apresentam conteúdos sobre jogos teatrais, criação de signos imagético-visuais da personagem, caracterização da personagem e ambientação da cena.

Com linguagem bastante acessível e didática, os materiais ficarão disponíveis para consulta dos educadores do Instituto União para a Vitória, podendo servir de referência para diversos desdobramentos e trabalhos complementares, como futuras oficinas teatrais presenciais, junto aos educandos atendidos pela instituição.

De acordo com a coordenadora pedagógica do União para a Vitória, Nayara Nicolim, o projeto Vivência Artística foi muito esperado pela equipe do Instituto, uma vez que proporcionaria, além de vivências artísticas, vivências profissionais, sociais e coletivas.

“É uma iniciativa que contribui para o desenvolvimento amplo e integral da criança e do adolescente, como todo o trabalho do Instituto é desenvolvido. Mesmo com a adaptação do projeto, acreditamos que a apresentação dos conceitos e conteúdos por meio de vídeos cumpre a sua finalidade, pois nossos educadores colocarão em prática esse conhecimento diariamente, transcendendo assim os vídeos e transmitindo essas informações até os nossos educandos”, frisou.

O responsável pela parte de iluminação do Vivência Artística, João Mosso, destacou a perspectiva de transmitir, por meio do projeto, conteúdo artístico que pode inspirar um caminho profissional para os educandos. Mosso também salientou a importância de o projeto viabilizar para as crianças a oportunidade de conhecer os profissionais que estão por trás da cena, e como se relacionam na construção desse “fazer artístico”. “No meu caso, a proposta foi mostrar como a iluminação ‘dança’ com o artista que está no palco, cria movimento e muda um espaço. No início, foi um desafio transpor para o on-line a criação dessa proposta, mas foi enriquecedor elaborar algo que as crianças também poderiam vivenciar dentro de suas realidades”, afirmou.

Loh Goulart, que atuou no projeto na área de adereços e figurinos, evidenciou a importância de revelar para as crianças como é feita uma produção artística dentro do teatro, trazendo para elas novas possibilidades de narrativas e imaginários diversos. “Quando a criança utiliza no ato de brincar um chapéu, uma cartola, as roupas do pai ou da mãe, ou até um lençol que vira capa, ela entra em um mundo fantástico. Ali, ela pode brincar com essa nova possibilidade que criou, e que é verdadeira dentro da brincadeira”, apontou. Para Goulart, esse elemento é bastante significativo no processo de aprendizagem, e pode ser resgatado e partilhado por meio do material audiovisual junto aos educadores e educandos.

O Instituto União para a Vitória é uma instituição do terceiro setor, sem fins lucrativos, em atividade há 21 anos. Com a missão de formar cidadãos que sejam autores de sua própria história, além de proporcionar alimentação saudável e vínculos positivos, a entidade oferta propostas pedagógicas, esportivas, culturais, artísticas e lúdicas. As atividades e conteúdos incluem coral, taekwondo, danças urbanas, rap, empreendedorismo social, contação e construção de histórias, conscientização ambiental, cidadania, saúde e autocuidado, futebol, qualidade de vida, relacionamento interpessoal, mundo do trabalho, diversidade cultural e muito mais.

Ficha técnica

Alvaro Canholi: direção geral e produção executiva; Renata Santana: direção artística; Hylea Ferraz: proponente e assistente de produção; Ana Karina Barbieri: direção de cena; João Mosso: iluminação; Loh Goulart: adereços e figurinos; Nana Souza: maquiagem; Laís Marques da Silva: atuação; Stephanie Massarelli: filmagem e edição.

Ulisses Sawczuk/NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.