Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Inscrições encerraram na última semana; investimentos da Prefeitura nos três editais será de R$1 milhão e 800 mil

A Secretaria Municipal de Cultura (SMC) registrou 665 propostas inscritas em três editais de seleção do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic). O balanço foi divulgado na segunda-feira (5), após o encerramento das inscrições, que ocorreu na última semana.

Por meio do Promic, a Prefeitura de Londrina irá fomentar o desenvolvimento de projetos culturais a serem selecionados com base nos três Chamamentos Públicos. Somados, os recursos definidos para esses editais atingem R$1,8 milhão, e serão distribuídos entre as propostas habilitadas e mais bem classificadas de acordo com o teto de cada chamamento.

O Edital n° 001/2021, que registrou 208 inscritos, irá selecionar projetos independentes de Bolsas de Estudo, Pesquisa e Criação Artística e Cultural. Pelo Edital n° 002, foram 351 projetos inscritos para a Bolsa Saberes, Fazeres e Identidades. E, por fim, 106 inscrições no Edital n° 003, que irá selecionar propostas de Oficinas Criativas para compor a Fábrica – Rede Popular de Cultura.

O secretário municipal de Cultura, Bernardo Pellegrini, afirmou que o número de propostas inscritas superou os registros dos anos anteriores. “Esse recorde mostra que estamos em um momento incrível para o setor cultural, e que a cultura de Londrina mostra suas potencialidades. E isso se deve a diversos fatores”, citou.

Pellegrini colocou que as restrições causadas pela pandemia levaram o setor cultural a procurar, cada vez mais, patrocínios oferecidos por meio de editais de fomento, e isso ocorreu não só em Londrina, mas em todo país. “A mobilização da Lei Aldir Blanc moveu os artistas para os editais de investimento público. Outra questão é a capacidade de se organizar, e que a comunidade de Londrina tem. Não há outra cidade no país com essa familiaridade de projetos culturais, porque o Promic, ao longo dos anos, educou a comunidade cultural a produzir projetos”, complementou.

De acordo com o secretário municipal de Cultura, outros dois editais devem ser lançados em breve, para seleção de projetos estratégicos e de vilas culturais. Ambos também para patrocínio pelo Promic. “Esse período de pandemia tem sido muito duro para o setor cultural. Mas com trabalho e comprometimento, convertemos esse momento difícil em transformação e presença na cidade. A maior parte dos projetos em andamento conseguiu se converter ao meio virtual para não deixar de executar suas atividades; tivemos muitos sucessos e alguns tiveram, inclusive, participações internacionais”, ressaltou.

O coordenador do programa Fábrica – Rede Popular de Cultura, Valdir Grandini, acrescentou que as oficinas de apoio promovidas pela SMC também contribuíram para o aumento de projetos inscritos no Promic. “Ficou muito claro que Londrina é um celeiro de criadores culturais e artísticos, e de comunidades interessadas no processo de cultura. Observamos isso durante o trabalho de orientação e incubação dos projetos. Vimos o grande interesse e ofertamos o circuito de oficinas em meio on-line, com apostilas e uma versão resumida do material”, contou.

Outra novidade foram as oficinas criativas para a Fábrica, que pretende atingir e beneficiar as localidades mais afastadas do eixo central da cidade. “A perspectiva da cultura atuando em rede é outra coisa que provoca energia em novos projetos, e é o que estamos fazendo com a Fábrica. Esse índice recorde de inscritos é resultado de um ambiente que somou todas essas condições”, definiu Grandini.

Agora, todas as propostas inscritas estão sendo analisadas e avaliadas pela Comissão de Análise de Projetos Culturais (CAPC). Os membros da comissão, indicados pela SMC e pelo Conselho Municipal de Política Cultural, devem conferir se os inscritos atendem aos requisitos dos editais e, posteriormente, classificá-los com base nos critérios legais de cada edital.

As informações sobre os editais de Chamamento Público do Promic em 2021 podem ser conferidas no Portal da Prefeitura, na página da Secretaria Municipal de Cultura (SMC).

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios