Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Neste sábado, 25 de setembro, é o "Dia Nacional do Rádio". Dentro desta temática, o “Sábado com Maria”, que vai ao ar às 15h, na TV Aparecida, presta homenagem à eterna “Rainha do Rádio”, Ângela Maria , que no próximo dia 29 completa três anos de falecimento. Para tanto, Padre Antonio Maria e Dani Espíndola(apresentadores da produção) recebem as cantoras Edith Veiga e Simone Mazzer, que interpretarão sucessos da saudosa artista.

Edith Veiga

Nascida em Juquiá, interior paulista, a cantora, aos 15 anos mudou com a família para São Paulo e, trabalhando como demonstradora de artigos eletrodomésticos e cabeleireira nas horas de folga, começou a frequentar e participar de programas de calouros da época, tais como “O Telefone está Chamando” e “A Hora do Pato”. No entanto, só em 1961, com o segundo lugar alcançado no concurso “A Voz de Ouro ABC”, líder de audiência da TV Record, defendendo o samba-canção “Castigo”, de Dolores Duran, as portas para a sua carreira artística se abriram e ela participou de vários programas, em diferentes estações de rádio. Seu recente trabalho fonográfico é “Edith Veiga Canta Lupicínio Rodrigues”, dedicado aos grandes clássicos do compositor gaúcho e nele, Edith canta o que de melhor dos 80 anos.

Simone Mazzer

A artista Iniciou suas atividades como cantora na cidade de Londrina (PR), em 1989, sendo vocalista da banda “Chaminé Batom”, que fez enorme sucesso nos anos 90. Nesta época fez quase 150 shows por ano e teve dois álbuns lançados. Em 1993 integrou a “Armazém Companhia de Teatro”, onde ficou por 15 anos, indo para o Rio de Janeiro posteriormente e realizando trabalhos como atriz em espetáculos teatrais. Em 2002, por sua atuação em “Pessoas Invisíveis”, foi indicada ao Prêmio Shell de melhor atriz. E por “Inveja dos Anjos” foi indicada ao Prêmio APTR de melhor atriz coadjuvante. Dentro da companhia, esteve ainda em montagens como “Esperando Godot” e já em 2020, participou do programa “The Voice Brasil”, da TV Globo.

Sobre a história do Rádio

A data lembra o nascimento de Roquete Pinto, considerado o “Pai do Rádio Brasileiro”. A primeira transmissão radiofônica no Brasil aconteceu em 7 setembro de 1922, em comemoração ao centenário da independência brasileira. Na ocasião, uma estação de rádio foi instalada no Corcovado, no Rio de Janeiro, para a veiculação de músicas e discurso do então presidente Epitácio Pessoa.

Hoje, são mais de 9 mil emissoras operando em todo o território brasileiro, com uma cobertura de 83,8% dos domicílios, segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Rádio e Televisão (Abert).

Vera Jardim/Asimp

Edith Veiga -  Foto: Facebook Oficial

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.