Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Durante alguns anos a festa do Samanah deixou saudades. Mas no dia 09 de junho deste ano a alegria dos anos 1990 e 2000 voltou, no formato de um grande evento cultural. E antes que alguém possa sentir falta de novo, a festa traz novamente suas boas vibrações, combinando sabores frutados com o perfume e a beleza das flores.

É o Samanah Primavera, que será realizado no dia 29 de setembro, novamente no espaço Xákara Eventos, na região do Limoeiro. A previsão é que a festa comece às 16h, mas siga pela noite e madrugada.

Desta vez os organizadores dividiram a programação em dois momentos: Um diurno, com atividades para pais e filhos, e outro noturno, ao estilo balada, com dois ambientes e muita música  boa.

Entre as atrações já confirmadas estão as bandas: Aminoácido, Londrina Ska Clube, Transafônica Samanah, Forró Caviúna, Bacalhau Samba Rock Clube, Elite Nativa e Brown Vampire Cats.

Mas o festival de bandas é apenas parte da programação do evento, que também vai contar com uma oficina de Forró com o dançarino e professor Mumu. Ele vai compartilhar os segredos da dança do forró e após a aula os participantes poderão aplicar os ensinamentos ao som da banda Forró Caviúna. Podem participar alunos iniciantes ou avançados.

A criançada também é bem vinda ao Samanah, que vai contar com atividades organizadas por monitores, brincadeiras lúdicas e até espaço para andar de bicicleta. A molecada ainda pode aproveitar o espaço externo do evento para brincar livremente e até levar seu brinquedo de preferência.

Não há motivos para os adultos invejarem as crianças. Também haverá uma atividade especial para os maiores de 18 anos. É o “Pentatlo da Primavera”, uma competição divertida, lúdica e alcoólica.  As duplas participantes terão que disputar 5 provas: sprint, gopong, tiro ao alvo e revezamento.

Falando em bebida, ir ao Samanah também significa apreciar o melhor da cerveja artesanal londrinense. A cerveja Amadeus é a realizadora do evento e traz a sua edição especial Samanah. Trata-se de um chopp pilsen que, antes de chegar ao copo, passa por um filtro de frutas. O resultado é uma bebida frutada e refrescante.

O chopp é uma homenagem à bebida Samanah, um mix de frutas e alcoólicos que se tornou tradicional nas festas organizadas pelos estudantes da UEL nos anos 1990 e 2000 e que acabou dando nome à festa lendária.

Além do chopp Amadeus Samanah, o público poderá experimentar vários outros rótulos da cervejaria. Além, é claro, da bebida Samanah tradicional. Também haverá opções de gastronomia, como hambúrgueres, espetinhos e sobremesas.

Ingressos

Os ingressos antecipados para o Samanah Primavera começam a ser vendidos a partir do dia 15 de setembro, pelo valor de R$ 10, nos seguintes pontos: Mi Casa Barbearia, A Toca, Casa Madá e Bar Bearia. No dia do evento a entrada sobe para R$ 20. Crianças de até 12 anos não pagam entrada e o estacionamento vai custar R$ 5.

Samanah

A última edição do Samanah foi realizada no dia 9 de junho de 2018 e trouxe de volta toda a alegria e boas vibrações da festa que fez sucesso nos anos 1990 e 2000.

O evento contou com apresentações de 8 bandas, 5 dj’s e uma oficina de percussão. Durante o dia pais e filhos aproveitaram a tarde ensolarada para brincar ao ar livre e aprender um pouco sobre percussão com o músico Mau Werner. Em seu desenrolar, a festa ganhou clima de festival, com as bandas Búfalos D’água, Marquinhos Diet, Rock me Amadeus, Transafônica Samanah, Aduba, Cooltiva, Etnyah e Caburé Canela.

Em um segundo ambiente simultâneo, o baile do LP trouxe um clima de balada com os dj’s Gustavo Veiga, Abrakadan Sounds, Natália Mônaco, Carlos Fofaun Fortes e Fabio Indígena do Axé.

A festa de tantas atrações trouxe ao ano de 2018 a atmosfera de boas vibrações de décadas passadas, das diferentes versões da “Festa do Samanah”.

O evento teve suas primeiras edições na década de 1990, como uma reunião de estudantes para integrar diferentes cursos da UEL. Acabou se tornando um evento regular, com a participação de bandas independentes e de diferentes estilos.

Passado o tempo os organizadores começaram a realizar festas temáticas, com intervenções teatrais, em repúblicas, chácaras e bares, como o “Arraial Samanah”e o “Samanah do Fim do Mundo”.

Além das festas, o grupo realizou excursões e campanhas sociais, como a do desarmamento e doações de alimentos para comunidades carentes.

João Fortes/Asimp

Clique nas fotos para ampliar

Fotos: Billy Monster
Fotos: Billy Monster
Fotos: Billy Monster

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios