Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Apresentação será no domingo (17) e contará  com a participação de músicos londrinenses

O cantor e compositor João Cavalcanti é o convidado especial do Projeto Samba do Sereno, iniciativa que é realizada a cada dois meses na quadra da Aeslo – Associação dos empregados da Sanepar - (Rua Canudos, 395), em Londrina. João Cavalcanti vai se apresentar no domingo (17), revelando aos amantes do samba os sucessos de sua carreira e as músicas de seu último EP "Samba Mobiliado”, lançado no final de agosto.

O Samba do Sereno recebe sempre cerca de três cantores, acompanhados de músicos da melhor qualidade, em um ambiente agradável de roda de samba. O encontro será comandado pelo violonista Ramon 7 Cordas e contará também com a presença de Silvia Borba, Cecília Bandeira e de Paulo Vitor Poloni - que vão embalar o público com músicas de Paulinho da Viola, Roberta Sá, Nelson Cavaquinho, João Bosco, Chico Buarque, Moreira da Silva, entre outros.

"É minha primeira vez em Londrina e é sempre uma grande alegria levar meu trabalho a lugares onde nunca estive, especialmente em Londrina, cidade onde sei que tenho fãs e que tem uma cena vibrante de música brasileira”, informa o cantor João Cavalcanti. A roda de samba será realizada das 17h às 22h e no local haverá venda de bebida e porções. Os ingressos custam R$ 25,00 antecipados e R$ 30,00 na hora.

 “No show, vou fazer um apanhado da minha carreira, com músicas do meu recém-lançado EP, como ‘Queira ou Não Queira’ (João Cavalcanti/ Alaan Monteiro) e ‘Ponto de Vista’ (João Cavalcanti/ Edu Krieger), além de sucessos de compositores que admiro: ‘Disritmia’ (Martinho da Vila), ‘Eu Quero é Botar Meu Bloco na Rua’ (Sérgio Sampaio) e ‘É Isso Aí (Isso é Problema Dela)’ (Sidney Miller) também estão na lista", conta João Cavalcanti.

Trajetória de sucesso

Jornalista, João Cavalcanti imaginou que não seguiria a carreira do pai, Lenine. Cantou em coros infanto-juvenis, mas foi na faculdade que se voltou para a música. Ouviu e tocou de tudo até formar o Casuarina, grupo do qual foi vocalista por 16 anos (de 2001 a 2017). Com o Casuarina - eleito melhor grupo de samba duas vezes no Prêmio da Música Brasileira - lançou sete CDs e dois DVDs, fez oito turnês pela Europa e quatro por Estados Unidos e Canadá, além de shows em outros diversos lugares do mundo, como Malásia, Cuba, Israel e Angola.

João lançou "Placebo" em 2012, com composições suas, que passeiam por muitos gêneros sem nenhum pudor. Em 2014, a convite do Movimento Down, assinou a direção de "Toda Cor", CD que reuniu Ney Matogrosso, Zeca Pagodinho, Pato Fu e Elza Soares, entre outros.

Suas músicas têm sido gravadas por alguns importantes artistas brasileiros, como Lenine, Roberta Sá, Joyce Moreno, MPB4, Fabiana Cozza, Tiê, Zé Renato e Pedro Luís. Em maio de 2018, João lançou "Garimpo" (Som Livre / MPB), registro intimista de seu duo com o pianista e acordeonista Marcelo Caldi, com participação do cantor português António Zambujo e que expõe de maneira sensível e direta suas canções. No ano seguinte, lançou o EP digital "Samba Mobiliado" (Som Livre / MPB), com seis faixas. Seu segundo álbum em carreira solo, "Sangrado", tem produção de Tó Brandileone e participação de Jorge Drexler, mas sem data prevista para o lançamento.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios