Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Apresentação será no domingo (17) e contará  com a participação de músicos londrinenses

O cantor e compositor João Cavalcanti é o convidado especial do Projeto Samba do Sereno, iniciativa que é realizada a cada dois meses na quadra da Aeslo – Associação dos empregados da Sanepar - (Rua Canudos, 395), em Londrina. João Cavalcanti vai se apresentar no domingo (17), revelando aos amantes do samba os sucessos de sua carreira e as músicas de seu último EP "Samba Mobiliado”, lançado no final de agosto.

O Samba do Sereno recebe sempre cerca de três cantores, acompanhados de músicos da melhor qualidade, em um ambiente agradável de roda de samba. O encontro será comandado pelo violonista Ramon 7 Cordas e contará também com a presença de Silvia Borba, Cecília Bandeira e de Paulo Vitor Poloni - que vão embalar o público com músicas de Paulinho da Viola, Roberta Sá, Nelson Cavaquinho, João Bosco, Chico Buarque, Moreira da Silva, entre outros.

"É minha primeira vez em Londrina e é sempre uma grande alegria levar meu trabalho a lugares onde nunca estive, especialmente em Londrina, cidade onde sei que tenho fãs e que tem uma cena vibrante de música brasileira”, informa o cantor João Cavalcanti. A roda de samba será realizada das 17h às 22h e no local haverá venda de bebida e porções. Os ingressos custam R$ 25,00 antecipados e R$ 30,00 na hora.

 “No show, vou fazer um apanhado da minha carreira, com músicas do meu recém-lançado EP, como ‘Queira ou Não Queira’ (João Cavalcanti/ Alaan Monteiro) e ‘Ponto de Vista’ (João Cavalcanti/ Edu Krieger), além de sucessos de compositores que admiro: ‘Disritmia’ (Martinho da Vila), ‘Eu Quero é Botar Meu Bloco na Rua’ (Sérgio Sampaio) e ‘É Isso Aí (Isso é Problema Dela)’ (Sidney Miller) também estão na lista", conta João Cavalcanti.

Trajetória de sucesso

Jornalista, João Cavalcanti imaginou que não seguiria a carreira do pai, Lenine. Cantou em coros infanto-juvenis, mas foi na faculdade que se voltou para a música. Ouviu e tocou de tudo até formar o Casuarina, grupo do qual foi vocalista por 16 anos (de 2001 a 2017). Com o Casuarina - eleito melhor grupo de samba duas vezes no Prêmio da Música Brasileira - lançou sete CDs e dois DVDs, fez oito turnês pela Europa e quatro por Estados Unidos e Canadá, além de shows em outros diversos lugares do mundo, como Malásia, Cuba, Israel e Angola.

João lançou "Placebo" em 2012, com composições suas, que passeiam por muitos gêneros sem nenhum pudor. Em 2014, a convite do Movimento Down, assinou a direção de "Toda Cor", CD que reuniu Ney Matogrosso, Zeca Pagodinho, Pato Fu e Elza Soares, entre outros.

Suas músicas têm sido gravadas por alguns importantes artistas brasileiros, como Lenine, Roberta Sá, Joyce Moreno, MPB4, Fabiana Cozza, Tiê, Zé Renato e Pedro Luís. Em maio de 2018, João lançou "Garimpo" (Som Livre / MPB), registro intimista de seu duo com o pianista e acordeonista Marcelo Caldi, com participação do cantor português António Zambujo e que expõe de maneira sensível e direta suas canções. No ano seguinte, lançou o EP digital "Samba Mobiliado" (Som Livre / MPB), com seis faixas. Seu segundo álbum em carreira solo, "Sangrado", tem produção de Tó Brandileone e participação de Jorge Drexler, mas sem data prevista para o lançamento.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.