Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Sexteto feminino levanta a sua bandeira poética no Centro Cultural SESI/AML no dia 23 de setembro

Para reforçar o lugar da mulher brasileira no cenário da música nacional, e na sociedade de uma forma geral, a banda curitibana Mulamba tem levantado a sua bandeira em alto e bom som. Suas integrantes uniram-se em 2015 a partir do desejo inicial de homenagear importantes cantoras brasileiras, como: Cássia Eller, Gal Costa e Rita Lee. As composições autorais vieram como consequência, abordando temas contundentes e reforçando o protagonismo feminino na música nacional.

O nome da banda já é protesto. De acordo com as componentes, o uso da palavra Mulamba desconstrói o entendimento pejorativo sobre o termo e ressignifica a expressão, atribuindo força e enxergando todas as mulheres como protagonistas de suas histórias. Carregando consigo esse posicionamento, elas flertam com o rock, contando com os vocais marcantes de Amanda Pacífico e Cacau de Sá e a qualidade instrumental de Caro Pisco (Bateria), Fer Koppe (Cello), Naíra Debértolis (Baixo) e Nat Fragoso (Guitarra). 

Clipes com milhares de acessos no Youtube refletem o sucesso crescente de Mulamba. De acordo com o grupo, tal sucesso está relacionado não só à qualidade musical do sexteto, mas também ao fato de representarem vozes silenciadas na sociedade, traduzindo anseios e inquietações por meio de letras e performances impactantes.

Em Londrina, Mulamba se apresenta no Centro Cultural SESI/AML (Rua Maestro Egídio Camargo do Amaral, 130 – Centro) no sábado do dia 23, às 20h. A entrada é franca. O ingresso deve ser retirado com uma hora de antecedência do show, na própria bilheteria do espaço. A disponibilidade está sujeita à lotação do espaço.

Foto:  HAIStudio - Luciano Meirelles

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios