Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Cultura 16/07/2021  10h42

Sukita Baby se foi!

Tem dias que a gente se sente, um pouco, talvez, menos gente, um dia daqueles sem graça, de chuva cair na vidraça, um dia qualquer sem pensar, sentindo o futuro no ar, o ar, carregado sutil, um dia de maio ou abril. Raul Seixas.

Pela primeira vez, Sukita saiu sozinha e caminhava seguindo as linhas do trem. Logo apareceu uma “camélia”, que tomada por um mau espírito, a segurou fortemente pelo braço e disse:

Hoje você está vivendo um casamento perfeito, mas o seu paraíso vai durar pouco, no futuro você vai chorar rios de sangue. Tu deves deixar tua casa, o teu esposo e seguir o teu caminho.

Sukita passou mal, as linhas do trem se multiplicaram, o mundo rodou tudo tremia sobre a sua cabeça e ela mal conseguia olhar para uma direção. Não faz ideia de como chegou a casa, e ainda assim, só conseguia ver meretrizes de olho nas janelas, a espreita como canibais querendo comer o seu cérebro (esposo).

No dia seguinte Sukita recebe uma mensagem com imagens construídas por montagens ilustrando o ato profético e ela acredita na sugestão, plantada por uma estranha que queria fazer viver a sua verdade.

À vista disso, 9 dias depois Sukita abandona o seu lar, o seu esposo.

Dois meses depois, seu esposo viaja por 3 horas e vai até Sukita em sua cidade e tenta trazê-la de volta, mas Sukita magoada, triste e desolada foi dura e não voltou. Mesmo que os seus pequenos olhos revelassem a sua profunda tristeza que cortava o coração.

Agora “apoiada” pelos amigos, Sukita faz o que eles delegam.

_ Mas se você não buscar viver a sua verdade, então será obrigada e ser escrava da verdade dos outros.

Por conseguinte, Sukita dá ouvidos aos dois lados de forma extrema e sofrendo como uma gatinha sem dono passou a ser depressiva presa pela sua própria falta de vontade.

A ressonância schumann chegou à energia aumentou, a frequência se instalou, a vibração mudou e Sukita a seu marido não lhe alcançou.

* - Uma viagem sem volta

* - Um coração sem porta

* - Sukita ‘‘partiu’’, o seu coração

* - E se fechou como morta!

No dia 13, dia internacional do Rock Billy Seixas, o esposo desolado lança a música de sua história vivida com Sukita Baby. Onde os planos e o sonho de fazer uma bebê, (a Chaminoquinha), foram destruídos.

Sukita Baby volta para Londrina.

Confira no link do vídeo de Billy Seixas https://www.youtube.com/watch?v=XQllivtA6dM

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios