Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Atividade integra a programação do Festival Literário de Londrina (Londrix); transmissão gratuita será às 19 horas, no canal do YouTube do evento

O universo das divindades afro-brasileiras será retratado por meio de três orixás, na Contação de Histórias para Adultos, nesta quinta-feira (7). Trata-se de uma das mais bem-sucedidas iniciativas do Festival Literário de Londrina (Londrix 2022), que será disponibilizada gratuitamente no Canal do YouTube do evento, às 19h30.

O jornalista, escritor e músico Antônio Mariano Júnior vai narrar a história de Oxum Karê, uma das qualidades do orixá das águas doces. Edra Moraes, produtora cultural, poeta e idealizadora da Mostra Londrix –VideoPoema irá apresentar um texto sobre Nanã Buruquê, ayabá da sabedoria e dos pântanos.

Por sua vez, a produtora cultural, poeta e coordenadora do Londrix, Chris Vianna, vai contar as peripécias do orixá Oxóssi, caçador que atua nas matas. “Contação de Histórias para Adultos” é uma das várias ações do Festival Literário de Londrina. A 17ª edição do Londrix irá ocorrer entre 9 e 14 de maio, abarcando propostas alinhadas ao tema “Literatura e Oralidade: Percurso e Tendências na e pós Pandemia”.

O Londrix tem patrocínio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic), da Secretaria Municipal de Cultura de Londrina. A realização é da Atrito Arte Artistas e Produtores Associados (AARPA). O Festival Literário de Londrina conta com parceria da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Museu Histórico de Londrina e Atrito Arte Editora. A direção geral é da produtora londrinense Chris Vianna.

Quem estiver interessado em contar histórias pode entrar em contato pelo e-mail londrixfestivalliterario@gmail.com

Sobre o projeto

O Projeto Contação de História para Adultos começou com a leitura para um outro projeto #londrixtodosporumbrasildeleitores, feita por Edra Moraes, em 30 de abril de 2021. A escritora abriu a câmera ao vivo, em sua página no Facebook, e leu o conto “Uma galinha”, de Clarice Lispector.

Na oportunidade, ela ainda contou um pouco sobre esse conto, que faz parte da memória afetiva. Na sequência, a produtora cultural Chris Vianna integrou o núcleo fixo do projeto, que passou a ter periodicidade semanal e, posteriormente, teve apresentação quinzenal.

Convidados que integraram o Contação de História para adultos: Aurea Palhano, Michelle Fogaça, Nilson Monteiro, Herman Schmitz, Kaio Miotti, Yara Camillo, Denise Gentil, Marcia Batista, Poka Marques e Francine Cruz. Todos os convidados têm em comum o gosto pela leitura, e o projeto alcança aqueles que gostam de ouvir histórias, sendo que o público adulto é pouco lembrado em Contações de Histórias. O Londrix chegou a desenvolver o projeto presencialmente, na Vila Cultural Cemitério de Automóveis.

Sobre os participantes

Antônio Mariano Júnior atuou por quase duas décadas como resenhista de Música Popular Brasileira, para os jornais Folha de Londrina e Gazeta do Povo. É autor do livro “O Espírito Guerreiro”, biografia de Vasco de Almeida Martins, português naturalizado brasileiro, em coautoria com o também jornalista Wilhan Santin. Escreveu para publicações culturais do exterior, entre elas a extinta revista DIF, de Lisboa. É também violonista e cantor, com apresentações em espetáculos musicais, ao lado de músicos consagrados de Londrina, como o multi-instrumentista londrinense, Marcos Santos.

Gravou “A Mão do Tempo”, um disco no formato EP com seis canções de compositores londrinenses, ainda sem previsão de lançamento. Trata-se um disco independente, com produção e arranjos do multi-instrumentista londrinense, Walter Martins.

Participou do projeto “Toca Uma pra Mim” (Controvento). Atuou no Projeto Poesia Voando (unindo poesia, música e cinema) do qual também é proponente. Mariano é praticante de religiões de matriz africana, com passagens pelo Candomblé e, atualmente, na Umbanda.

Chris Vianna é atriz (integrou os grupos Proteu e Cemitério de Automóveis). “Medusa de Rayban”, “Postcards de Atacama”, “É crua a vida!”, “Um Bourbon para Faulkner” são algumas das peças que traz sua assinatura como produtora. Editora da Atrito Arte com 160 títulos publicados. Vocalista da banda “Benditos Energúmenos”.

Idealizadora e organizadora do Festival Literário de Londrina. Recebeu o Prêmio Nacional “Todos por um Brasil de Leitores” em 2015 e, em 2020, o Prêmio Jornada em reconhecimento à trajetória, área de literatura.

Edra Moraes é produtora cultural, idealizadora e curadora da Mostra Londrix Videopoema, entre outros. Escritora, atriz amadora e autodidata no universo das artes. Seu livro de estreia foi “Da Divina, Da Humana e Da Profana” (Atrito Arte/2010), projeto Tríade.

Vencedora da Bolsa Criação Literária 2014/2015 – Ministério da Cultura – com o livro de poesia “Para Ler Enquanto Escolhe Feijão”. Antologia| Seleção da autora, Curitiba 2021.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.