Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Tempo de pandemia. Tempo difícil. Tempo de privação para preservar a saúde. Tempo de reclusão. Tempo de saudade do abraço dos amigos, das conversas olho-no-olho. Tempo de perdas.

Mas nesse tempo duro, emergem também gestos maravilhosos de solidariedade e demonstrações de respeito pela vida do próximo. Os artistas têm sido verdadeira fonte de alento e calor humano, realizando apresentações em fachadas de prédios, compartilhando vídeos de espetáculos, fazendo lives, mostrando criações em duetos à distância, de dança, de teatro, de hip hop, de músicas. Pela internet, as conexões vão quebrando o isolamento.

De Londrina, um prodígio criativo está bombando nas redes sociais. Os músicos da Orquestra Acadêmica Bravi superaram a separação corporal e conseguiram gravar um vídeo, cada um de sua casa, que, editado, tornou-se um concerto orquestral emocionante.

Eles gravaram Heart`s Wound (Coração Ferido), da Obra Two Melodies Elegiac, op.34, do norueguês Edvard Grieg (1834 - 1907). Grieg é um dos mais reconhecidos compositores do período romântico e tem sua obra influenciada pela tradição popular da Noruega. A trajetória de Grieg é marcada pelo esforço em promover a música, tanto em concertos como em aulas para formação de novos músicos. Quão feliz não ficaria o compositor, ao ver sua criação e seu exemplo inspirando tamanha criatividade, de Londrina para o mundo, superando a distância no tempo e no espaço?

O título, “coração ferido”, não podia ser mais apropriado ao momento delicado que vive o mundo.

Jhonatan Santos, instrumentista e Coordenador Musical da Orquestra Acadêmica Bravi, conta que vinham, a poucos dias, ensaiando para o lançamento da temporada de concertos 2020, que previam realizar num concerto em março, mas que tiveram que suspender a programação por conta da pandemia provocada pelo coronavírus. “Só que nós nos vimos em conexão com essa movimentação artística mundial, nas mídias sociais e nos perguntamos: Por que não nós também, nesse momento? Por que não desenvolver esse repertório que vínhamos ensaiando, editando um vídeo onde cada um executasse a música em sua casa? Decidimos nos comprometer com essa energia do cenário artístico, pois Londrina é um polo cultural conectado ao mundo”, afirma o músico.

Cada componente da orquestra gravou “Coração ferido” em seu celular, o que foi depois equalizado e trabalhado em áudio pelo tecnico Fabrício Martins e em vídeo por Nícolas Lopes Pereira e Rubro Lab. Um trabalho rápido, criativo e primoroso, para chorar, rir e aplaudir. O vídeo concerto pode ser assistido no Youtube pelo link https://www.youtube.com/watch?v=dSRpKKhac9Q e baixado pelo link: https://we.tl/t-xfp3kMncMq.

A Orquestra

A Bravi é uma orquestra de instrumentos de corda friccionada – violino, viola, violoncelo e contrabaixo. É organizada e dirigida pelo violista Jhonatan Santos, que iniciou sua formação em Londrina e aos 19 anos e ingressou depois na Orquestra Sinfônica da Bahia, onde tornou-se chefe de naipes da Orquestra Juvenil. Conta também com tutoria do professor Evgueni Ratchev, violinista, maestro da Orquestra de Câmara Solistas de Londrina e Spalla da Orquestra Sinfônica da

UEL – Osuel.

Nela estão os alunos avançados da Bravi Academia Orquestral, escola dedicada a aulas e estudos de música, em especial instrumentos de cordas e pratica de orquestra. São músicos vindos de projetos londrinenses de base, seja de extensão da UEL, do projeto comunitário “Musicando na Escola”, patrocinado pelo Promic, ou da Associação Solidariedade Sempre, iniciativa da Sonkey, além de outros que já atuavam no cenário profissional. São jovens que se reuniram buscando profissionalizar a prática musical. A iniciativa de produzir o vídeo mostra essa juventude popularizando a erudição pelo domínio das nova tecnologias da comunicação.

Ficha técnica do vídeo-concerto:

VIOLINOS I = Barbara Scarinci, Lucas Nathanael, Júnior Junior Franzao, Denise Furtado

VIOLINOS II = Rodrigo Salvadego, Marlon Vitor, Débora De Paula, Amanda Galdino, Helen Oliveira

VIOLAS = Jhonatan Santos, Victor Terra, Miriam de Miriam De Souza, Eliel Joaquim

VIOLONCELOS = Fernanda Monteiro, Rose Taques, Pâmela Prado, Leonardo Nascimento, Vinícius Souza

CONTRABAIXOS = Celinho Matias e Arthur Faraco

Edição de Áudio: Fabrício Martins

Edição de Vídeo: Nícolas Lopes Pereira e Rubro Lab

Organização: Flua Cultura

Tutor Artístico: Evgueni Ratchev

Coordenador Musical: Jhonatan Santos

Jhonatan Santos/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios