Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A exibição trará relatos de vida e provocações dos personagens Gari, Homem sem chão, Caixeiro-viajante e Performe

Nesta quinta-feira (25), a Vila Cultural Triolé irá transmitir, às 19h, o espetáculo “Como Seria Se Fosse”. A exibição trará relatos de vida e provocações dos personagens Gari, Homem sem chão, Caixeiro-viajante e Performer. A apresentação tem classificação indicativa de 14 anos e ficará disponível até o próximo domingo (28). Os interessados em assistir ao show deverão acessar o canal oficial da Vila no Youtube.

Segundo o produtor cultural do projeto, Eddie Mansan, a apresentação busca gerar uma opção de lazer e entretenimento durante a pandemia causada pelo novo coronavírus. “Mantemos a circulação do espetáculo, adaptado para o formato on-line, a fim de proporcionar o acesso à cultura e divulgação da arte”, explicou.

O espetáculo surgiu da pesquisa acadêmica do ator, diretor e educador Everton Bonfim sobre poesia sonora e poéticas experimentais da voz. A apresentação será realizada pelo próprio ator, por meio de ações físicas, texto e trilha sonora.

No palco, será feita uma reflexão em torno das consequências de não escolhas e histórias de vida dos personagens. Haverá ainda, uma reflexão sobre questões presentes em nossa sociedade como invisibilidade e dignidade humana, arte, liberdade, censura e manipulações midiáticas.

O espetáculo “Como Seria Se Fosse” conta com patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC).

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios