Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A exibição trará relatos de vida e provocações dos personagens Gari, Homem sem chão, Caixeiro-viajante e Performe

Nesta quinta-feira (25), a Vila Cultural Triolé irá transmitir, às 19h, o espetáculo “Como Seria Se Fosse”. A exibição trará relatos de vida e provocações dos personagens Gari, Homem sem chão, Caixeiro-viajante e Performer. A apresentação tem classificação indicativa de 14 anos e ficará disponível até o próximo domingo (28). Os interessados em assistir ao show deverão acessar o canal oficial da Vila no Youtube.

Segundo o produtor cultural do projeto, Eddie Mansan, a apresentação busca gerar uma opção de lazer e entretenimento durante a pandemia causada pelo novo coronavírus. “Mantemos a circulação do espetáculo, adaptado para o formato on-line, a fim de proporcionar o acesso à cultura e divulgação da arte”, explicou.

O espetáculo surgiu da pesquisa acadêmica do ator, diretor e educador Everton Bonfim sobre poesia sonora e poéticas experimentais da voz. A apresentação será realizada pelo próprio ator, por meio de ações físicas, texto e trilha sonora.

No palco, será feita uma reflexão em torno das consequências de não escolhas e histórias de vida dos personagens. Haverá ainda, uma reflexão sobre questões presentes em nossa sociedade como invisibilidade e dignidade humana, arte, liberdade, censura e manipulações midiáticas.

O espetáculo “Como Seria Se Fosse” conta com patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura (SMC), por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROMIC).

NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.