Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Na próxima segunda-feira (7), às 18h30, a Biblioteca Pública Municipal Pedro Viriato Parigot de Souza será palco do debate sobre a obra “Vozes Anoitecidas”, do moçambicano vencedor do Prêmio Camões, Mia Couto. O encontro é gratuito e aberto ao público. Ele acontecerá na biblioteca, que fica na Rua Rio de Janeiro, 413, região central.

A palestrante será a professora adjunta do Departamento de Letras Vernáculas e Clássicas, da Universidade Estadual de Londrina (UEL), Bárbara Cristina Marques, que é graduada em Letras Vernáculas e Clássicas, e mestre e doutora em Estudos Literários pela mesma universidade em que leciona.

Bárbara abordará as questões centrais do livro publicado em 2013, no Brasil. Ele traz 12 pequenos contos que mostram personagens passando por dificuldades, problemas sociais e enfrentando a Guerra Civil, que acontecia no país do autor. Assim, a doutora irá trazer um aprofundamento teórico, contextualizando os fatos narrados com os acontecimentos históricos, políticos, sociais e culturais que permearam a criação. A intenção é que os participantes entendam, de forma epistemológica, o conteúdo da obra e a história de Mia Couto.

“O projeto traz uma palestra com um especialista em cada obra que será cobrada no vestibular da UEL. A intenção é que os participantes escutem a palestra e tenham um tempo para ler as obras. Assim, no segundo encontro, poderão tirar as dúvidas que restarem. Todos estão convidados a participar e conhecer a biblioteca”, explicou a diretora de Bibliotecas Públicas da Secretaria Municipal de Cultura, Leda Maria Araújo.

Além da palestra, Bárbara voltará a se encontrar com os interessados no dia 21 de maio, na sede da biblioteca. Nesse dia, será realizado o Ciclo de Debates, onde os participantes poderão sanar as dúvidas sobre a história e autor. A atividade também é aberta ao público, não necessitando de inscrição prévia e é gratuita.

Até outubro deste ano, a Biblioteca Municipal trará palestras e ciclo de debates com todos os livros que serão cobrados no vestibular da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Por isso, cada obra receberá dois encontros, o que totalizará 20 ações para os 10 livros que compõem a lista. Essa iniciativa faz parte do projeto “Literatura na Biblioteca”, que existe desde 2017 e está trazendo bons resultados.

O objetivo do projeto é trazer os jovens e a comunidade para dentro das bibliotecas públicas, usufruindo dos serviços prestados à sociedade de forma gratuita. Por isso, todos os vestibulandos e os amantes da literatura estão convidados para participar dessa iniciativa, que é uma oportunidade para intensificar o conhecimento dos livros diretamente com professores e doutores da UEL.

O “Literatura na Biblioteca” resulta de uma parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Cultura, por meio da Diretoria de Bibliotecas, e o Departamento de Pós-Graduação em Letras da Universidade Estadual de Londrina (UEL). As palestras são ministradas por doutorandos e doutores do Programa de Estudos Literários da UEL.

N.Com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios