Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Sondagem realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) mostra que 58% dos paranaenses vão presentear neste Dia dos Namorados. A data é considerada uma das principais do calendário varejista e deve movimentar R$ 1,8 bilhão.

Como o poder de compra dos consumidores está menor e pelo receio de gastar neste momento de crise,  a maioria dos entrevistados (44%) deverá gastar de R$50,00 a R$100,00. Os que pretendem investir um pouco mais, entre R$101,00 e R$150,00 correspondem a 31%. Os presentes na faixa entre R$151,00 e R$200,00 são escolha de 9%. Outros 16% desejam impressionar e estão dispostos a gastar acima R$200,00.

A média de valor  gasto com o presente para a pessoa amada será de R$121,25, valor superior ao de outras datas comemorativas. No Dia das Mães deste ano, sondagem semelhante realizada pela Fecomércio PR mostrou que o tíquete médio foi de R$ 99,50.

Apesar disso, a estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) é de que as vendas do varejo relacionadas ao próximo Dia dos Namorados deverão registrar queda de 8,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Quando questionados se o valor do presente deste ano seria maior ou menor do que no ano passado, verifica-se que os consumidores estão bastante divididos. Para 29%, o presente será na mesma faixa de preço. Por outro lado, 25% disseram que será menor; 23% asseguram que será maior e 23% não decidiram ainda.

Redação: J.U com informações N.Com Fecomércio

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios