Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Sondagem realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) mostra que 58% dos paranaenses vão presentear neste Dia dos Namorados. A data é considerada uma das principais do calendário varejista e deve movimentar R$ 1,8 bilhão.

Como o poder de compra dos consumidores está menor e pelo receio de gastar neste momento de crise,  a maioria dos entrevistados (44%) deverá gastar de R$50,00 a R$100,00. Os que pretendem investir um pouco mais, entre R$101,00 e R$150,00 correspondem a 31%. Os presentes na faixa entre R$151,00 e R$200,00 são escolha de 9%. Outros 16% desejam impressionar e estão dispostos a gastar acima R$200,00.

A média de valor  gasto com o presente para a pessoa amada será de R$121,25, valor superior ao de outras datas comemorativas. No Dia das Mães deste ano, sondagem semelhante realizada pela Fecomércio PR mostrou que o tíquete médio foi de R$ 99,50.

Apesar disso, a estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) é de que as vendas do varejo relacionadas ao próximo Dia dos Namorados deverão registrar queda de 8,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Quando questionados se o valor do presente deste ano seria maior ou menor do que no ano passado, verifica-se que os consumidores estão bastante divididos. Para 29%, o presente será na mesma faixa de preço. Por outro lado, 25% disseram que será menor; 23% asseguram que será maior e 23% não decidiram ainda.

Redação: J.U com informações N.Com Fecomércio

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.