Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Medidas na gestão de energia elétrica e de cartões podem reduzir os gastos com uma loja e refletir em preços mais competitivos para o consumidor

Para que os supermercadistas possam iniciar o ano com um planejamento de corte de despesas com energia elétrica e na gestão de cartões, a Apras (Associação Paranaense de Supermercados) realiza no dia 20 de janeiro, das 8h às 18h30, no Hotel Bourbon, o I Encontro dos Empresários Supermercadistas do Paraná. No evento, especialistas nas áreas vão apresentar as tendências e as inovações que proporcionam economia e sustentabilidade.

Com o aumento de mais de 100% nas contas de luz em 2015, os gastos com energia elétrica se tornaram a segunda maior despesa de um supermercado, ficando atrás apenas da folha de pagamento. “Tivemos um ano de recessão, em que se configurou um aumento nas despesas e na diminuição do poder de compra da população. Neste cenário, é fundamental planejar um 2016 que vise a economia”, afirma o presidente da Apras, Pedro Joanir Zonta.

Uma loja com iluminação em LED pode reduzir em até 50% o consumo de energia elétrica, o que também diminui o descarte no meio ambiente por ter uma durabilidade três vezes maior.  O engenheiro Carlos Aurélio Grebe, que vai falar sobre iluminação, destaca a tendência de utilizar equipamentos que controlam a luminosidade do ambiente de forma automática.

Já o projeto arquitetônico de uma loja, além de proporcionar beleza e conforto, também pode oferecer alternativas para aproveitar a iluminação natural, como a implantação dos Dômus Prismáticos na cobertura, que permitem a entrada da luz solar e filtram em até 98% os raios ultravioletas.

Uma das tendências sustentáveis que será apresentada pelo engenheiro Rogério Rodrigues, da Eletrofrio, são as portas instaladas nos balcões de congelados e refrigerados, que mantêm os produtos mais bem conservados e reduzem em até 60% a carga térmica, contribuindo para a redução do consumo de energia. Os balcões refrigerados também podem oferecer mais um ponto de sustentabilidade ao trocar o gás R22 pelo Glicool, inofensivo à camada de ozônio e que reduz em até 90% os gases poluentes.

O Encontro será para os supermercadistas de todos os tamanhos, o que oferece uma oportunidade ao pequeno e ao médio de se modernizarem e de terem acesso às empresas que já trabalham com os grandes players.

Em 2014, praticamente 60% de todas as vendas dos supermercados foram feitas por meio de algum tipo de cartão. Hoje, as empresas de cartão chegam a ficar com 1% a 2% do resultado do setor. O cartão alimentação, por exemplo, pode custar até 5% do preço de venda de um produto e representar até 25% da margem do supermercado. “Buscar negociações mais adequadas e conseguir um preço mais competitivo vai contribuir com todo o setor, inclusive com a população, pois a diminuição pode ser repassada nos preços finais de venda”, destaca o diretor da Apras, Adaílton Santos.

O evento trará palestras com empresas de gestão de cartões, entre elas a Stone, que já confirmou presença, e também sobre Refrigeração, Iluminação e Ar-Condicionado, além de apresentar cases de sucesso de empresas que tiveram bons resultados, como o Condor Super Center.

Para os interessados em participar, basta entrar em contato pelo e-mail secretaria@apras.org.br ou pelo telefone (41) 3263.7000.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.