Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O mês de maio trouxe uma inversão em relação aos indicadores anteriores: foi maior a inclusão de consumidores ingressando na condição de inadimplentes, mas também mais pessoas deixaram o cadastro negativo

O indicador do Sistema de Proteção ao Crédito da Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL) aponta uma diminuição de 15% na inadimplência dos consumidores londrinenses quando analisado o comportamento dos primeiros cinco meses do ano, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Já na análise do conjunto de consumidores que estavam com o nome negativado, os números indicam que maio apresentou elevação na taxa de pessoas que conseguiram sair da restrição cadastral. Foram 14,6% mais consumidores que conseguiram negociar suas dívidas e tirar o nome do cadastro de inadimplentes.

Mas considerando o período de janeiro a maio de 2019 com o mesmo período de 2018, este indicador aponta que 29% menos pessoas conseguiram limpar o nome.

Os dados do SPC ACIL mostram ainda elevação na quantidade de consumidores que não conseguiram quitar suas dívidas e tiveram seu nome incluído no cadastro de proteção ao crédito. O indicador de inadimplentes apontou aumento de 10% no mês de maio de 2019 em relação a maio de 2018.

“Embora o mês de maio tenha vindo com números atípicos, quando analisados os cinco primeiros meses do ano, ainda fica claro que o consumidor está muito atento ao pagamento de suas contas, mas aqueles que não conseguiram mantê-las em dia, agora estão com dificuldades de sair do cadastro de restrição ao crédito”, explica o consultor econômico da ACIL, Marcos Rambalducci.

Susan Naime Bortoti/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.