Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Medida antecipa parte dos efeitos da decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN)

O Banco do Brasil anunciou, na terça-feira (14), uma nova redução nas taxas de juros para o rotativo do cartão de crédito. Em janeiro, o banco já havia diminuído as taxas cobradas sobre pagamento do valor mínimo da fatura.

Segundo comunicado da instituição, a medida antecipa parte dos efeitos da decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN), que limitou em 30 dias o uso do rotativo para o cartão de crédito.

De maneira geral, as taxas cobradas para os cartões do banco agora passam a variar entre 1,92% a 9,79% para o rotativo e 1,91% a 9,38% para o parcelado. Anteriormente, os juros cobrados no rotativo chegavam a 12,28%.

As novas taxas entram em vigor a partir das faturas com vencimento em 3 de abril, data limite para que as operadores de cartão de crédito passem a implementar as mudanças definidas pelo CMN.

Corte na Selic

Logo após a redução da taxa básica de juros a 12,25% ao ano, o Banco do Brasil reduziu as taxas cobradas em suas linhas de crédito, incluindo o rotativo, tanto para empresas quanto para pessoas jurídicas. O Itaú Unibanco e o Bradesco também implementaram corte nos juros após a queda da Selic.

Asimp/BB

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.