Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em fevereiro de 2014, o saldo dessa carteira atingiu R$ 82,6 bilhões, contra R$ 47,9 bi em dezembro de 2012

O saldo da carteira de Infraestrutura do Banco do Brasil cresceu 72% nos últimos 14 meses e atingiu R$ R$ 82,6 bilhões no mês passado. Entre os setores que mais demandaram financiamento para Infraestrutura estão os de portos, aeroportos, rodovias, energia, industria naval, óleo e gás, armazenagem e outros.

De acordo com o vice-presidente de Atacado, Negócios Internacionais e Private Bank do Banco do Brasil, Antônio Maurício Maurano, o trabalho de assessoria financeira do BB se destaca no financiamento para infraestrutura, seja via crédito ou via mercado de capitais, por possuir equipe especializada e capacitada, reconhecida pelo mercado, em seu quadro de funcionários. Os resultados refletem bem isso. Em dezembro de 2012, o saldo acumulado era de R$ 47,9 bilhões e alcançou R$ 82,6 bilhões em fevereiro de 2014. Há 14 meses atrás, do total da carteira, R$ 10,2 bi eram relativos a TVM, enquanto R$ 37,7 bi, a crédito. No mês passado, o saldo referente a TVM chegou a R$ 18,3 bi, e o de crédito atingiu R$ 64,3 bi.

Para o BB, a expectativa é que os desembolsos para infraestrutura tenham destaque na expansão do crédito. "Com as novas Concessões, o aumento do desembolso em 2014 nesse mercado deverá chegar a mais de 30%", projeta Maurano. Segundo ele, o Banco pretende ser o principal operador de projetos de infraestrutura através de desembolsos crescentes como este.
 
Asimp/BB

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios