Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em fevereiro de 2014, o saldo dessa carteira atingiu R$ 82,6 bilhões, contra R$ 47,9 bi em dezembro de 2012

O saldo da carteira de Infraestrutura do Banco do Brasil cresceu 72% nos últimos 14 meses e atingiu R$ R$ 82,6 bilhões no mês passado. Entre os setores que mais demandaram financiamento para Infraestrutura estão os de portos, aeroportos, rodovias, energia, industria naval, óleo e gás, armazenagem e outros.

De acordo com o vice-presidente de Atacado, Negócios Internacionais e Private Bank do Banco do Brasil, Antônio Maurício Maurano, o trabalho de assessoria financeira do BB se destaca no financiamento para infraestrutura, seja via crédito ou via mercado de capitais, por possuir equipe especializada e capacitada, reconhecida pelo mercado, em seu quadro de funcionários. Os resultados refletem bem isso. Em dezembro de 2012, o saldo acumulado era de R$ 47,9 bilhões e alcançou R$ 82,6 bilhões em fevereiro de 2014. Há 14 meses atrás, do total da carteira, R$ 10,2 bi eram relativos a TVM, enquanto R$ 37,7 bi, a crédito. No mês passado, o saldo referente a TVM chegou a R$ 18,3 bi, e o de crédito atingiu R$ 64,3 bi.

Para o BB, a expectativa é que os desembolsos para infraestrutura tenham destaque na expansão do crédito. "Com as novas Concessões, o aumento do desembolso em 2014 nesse mercado deverá chegar a mais de 30%", projeta Maurano. Segundo ele, o Banco pretende ser o principal operador de projetos de infraestrutura através de desembolsos crescentes como este.
 
Asimp/BB

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.