Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em 2015, os brasileiros trabalharão 151 dias apenas para pagar tributos federais, estaduais e municipais. Isso significa que os valores recebidos pelos contribuintes até 31 de maio serão destinados a impostos, taxas e contribuições. Há 20 anos, esse número correspondia a 106 dias, segundo dados do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT).

Até o dia 13 de maio, o Brasil arrecadou 691 bilhões em tributos, de acordo com a ferramenta online Impostômetro. Na avaliação da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon), a carga tributária representa um entrave para o desenvolvimento das empresas, principalmente as micro e pequenas.

“Esse é um dos principais fatores que motivam o fechamento de negócios e inviabilizam a abertura de novos, além de gerar consequências como dívidas e sonegação de impostos. É preciso encarar todos esses desafios para que as empresas garantam rentabilidade e se mantenham competitivas”, afirma o presidente da Fenacon, Mario Berti.

Como forma de conscientizar sobre a elevada tributação brasileira, a Lei nº 12.325/2010 instituiu 25 de maio como o Dia Nacional do Respeito ao Contribuinte. Simbolicamente, a entidade aproveita a data para reforçar a necessidade de ações que incentivem o ambiente de negócios no Brasil.

Asimp/Sistema Fenacon Sescap/Sescon

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios