Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Foram 1.588 novas operações de financiamento em mais de mil municípios do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, de acordo com o balanço de demonstrações financeiras da instituição divulgado na quarta-feira (29).

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) contratou R$ 800 milhões no primeiro semestre de 2018, destinados a empresas, cooperativas de produção, produtores rurais e empreendedores. Foram 1.588 novas operações de financiamento em mais de mil municípios do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Os dados são do balanço de demonstrações financeiras da instituição, divulgado na quarta-feira (29).

Com 35.118 clientes ativos, atuando apenas na Região Sul e Mato Grosso do Sul, o BRDE foi classificado pelo Banco Central na 15ª posição entre as instituições financeiras nacionais, considerando o tamanho da sua carteira de crédito, de R$ 13,8 bilhões. Para o presidente do BRDE, Orlando Pessuti, esse dado demonstra a importância dos bancos regionais no Brasil que atuam somente com financiamentos.

“O BRDE, especialista em crédito de longo prazo e focado no financiamento a investimentos produtivos na Região do Codesul, contribui com a desconcentração bancária, concedendo crédito focando na atividade que tem maior potencial de contribuição para o crescimento sustentável do país,” afirma Pessuti.

Investimento

O resultado líquido do BRDE no primeiro semestre foi de R$ 65,7 milhões, um crescimento de 3% em relação ao mesmo período de 2017. As operações contratadas irão viabilizar investimentos de R$ 929 milhões na Região Sul, com geração e/ou manutenção de 9.490 empregos e receita adicional de ICMS no montante de R$ 62,9 milhões no ano.

Por setor econômico, os financiamentos ficaram assim distribuídos: agropecuária, 33,5%; indústria, 24,4%; infraestrutura, 21,1% e o segmento de comércio e serviços, 21% do total. Para o segundo semestre, o BRDE pretende ampliar as contratações, investindo em projetos de infraestrutura e sustentabilidade de inovação em empresas de todos os portes.

Novas fontes - Para manter a posição de indutor do desenvolvimento na sua região de abrangência, o BRDE busca a diversificação de fontes de recursos, além do Sistema BNDES. Neste ano, passou a operar com recursos do Fundo Geral de Turismo (Fungetur) e da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). O Sistema BNDES respondeu por 74,6% das contratações do primeiro semestre deste ano, contra um volume que foi de 93% em 2017.

O BRDE é o segundo maior repassador do Sistema BNDES na Região Sul e o sétimo colocado considerando todas as instituições financeiras públicas e privadas credenciadas no país. As principais modalidades do Sistema BNDES utilizadas no primeiro semestre de 2018 foram o Programa de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com R$ 214,4 milhões, e o BNDES Automático, com R$ 122,8 milhões.

O BRDE também se destaca como o maior repassador nacional de recursos do programa INOVACRED da Financiadora de Estudos de Projetos (FINEP), destinado a financiar projetos de inovação. Foram desembolsados R$ 232,1 milhões até junho de 2018, o que corresponde a 32,8% do total nacional. Para o 2º semestre, a FINEP já disponibilizou mais R$ 220 milhões para novas operações.

Patrimônio

O ativo total atingiu R$ 16,9 bilhões, assim distribuídos: R$ 13,8 bilhões são operações de crédito; R$ 2,5 bilhões, disponibilidades e títulos e valores mobiliários que possibilitam a alavancagem para crédito; R$ 376,5 milhões são recursos do Fundo Setorial do Audiovisual; R$ 711,9 milhões, outros créditos e R$ 27,1 milhões são o ativo permanente da instituição. As obrigações somaram R$ 14,3 bilhões e patrimônio líquido, R$ 2,6 bilhões.

Mantendo sua política de preservar o emprego e a geração de renda, o BRDE firmou no primeiro semestre contrato de reestruturação de dívidas de seus clientes da ordem de R$ 169,9 milhões, num total de 117 operações, permitindo com isso o funcionamento de várias empresas com baixo grau de liquidez no curto prazo, mas avaliadas como viáveis a médio e longo prazos.

Sandra Regina Machado Nassar/Asimp/BRDE

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.